Confira quais são os oito erros mais comuns no namoro

Os 8 erros mais comuns no namoro

Atualizado: Segunda-feira, 4 Fevereiro de 2013 as 1:33

 

Quando falamos de relacionamentos estamos falando de algo que se encaixa na área de humanas não de exatas, logo, não adiante querermos uma fórmula exata para que o relacionamento seja perfeito. Pessoas são diferentes umas das outras e suas relações variam de um casal para outro. O interessante é que de algum tempo para cá, é comum relacionamentos não darem certo e o motivo para o término estão se tornando comuns em todos os casos. As brigas e frustrações têm tomado conta dos relacionamentos e a essência do que antes era para sempre tem se perdido. Para que isso não aconteça mais trouxemos aqui uma lista com 8 itens considerados como os maiores erros de um relacionamento moderno. Leia cada um deles e descubra aonde é necessário mudar pra que o seu namoro volte a fluir bem.

 

1 - Uso do pronome "eu", em vez do "nós"

Talvez pela facilidade e grande oferta dos relacionamentos, as pessoas entrem neles pensando somente nos seus próprios umbigos. Sabemos que manter a individualidade é essencial, mas isso não exclui a necessidade de se estabelecer parcerias verdadeiras. Afinal, se você só quer pensar no seu bem, então vale muito mais a pena ficar sozinho. Não inclua outra pessoa na sua vida para trocá-la como quem troca de roupa.

2 - Objetificação das pessoas

Muita gente se mostra como objeto, mas não quer ser tratado como tal. Alguém que conquista o outro pelo carrão, pela roupa de marca que está usando, pelo corpo turbinado, pela cinturinha fina, precisa estar preparado para, cedo ou tarde, ser tratado como um objeto descartável.

3 - Falta de alinhamento

Você já entrou num trabalho sem saber qual era o ‘job description’? Então porque entraria numa relação sem conversar sobre o que está disposto a oferecer e sobre o que espera do outro? Antes de dizer o romântico "sim", deveria ser lei ter uma conversa para tratar dos mínimos detalhes, mesmo que eles pareçam bobos e sem importância do tipo: "Odeio reuniões familiares, ok? Não me convide pra jantar com sua família o tempo todo.", "Adoro comer e odeio dieta e exercícios - não venha me cobrar a perda da borracharia que eu cultivo conscientemente", assim, se uma qualidade sua for insuportável aos olhos do outro, o relacionamento nem começa e evita desgastes futuros.

4 - O hábito de cultivar mentirinhas

Pra algumas pessoas, mentir é um hábito tão comum quanto escovar os dentes. Essas pessoas são guiadas pela lei "se ele não souber, não tem problema". Ou seja, ele define uma regra pro relacionamento sem saber se o outro está de acordo. É uma relação "eu-eu", pois ela é construída somente de acordo com o que um dos dois acha certo.

5 - Alienação das pessoas

BBB, novelas, futebol, seriados - tudo isso seria ótimo se não ocupasse um tremendo tempo nas nossas vidas. TV é um conteúdo passivo, ficamos lá de boca aberta diante dela engolindo tudo o que a mídia quer nos enfiar goela abaixo. O resultado? Falta tempo pra reflexões. Se você trabalha o dia todo e quando chega em casa acha uma forma de distração pra não ter que pensar em nada, nunca vai conseguir solucionar seus problemas e seus fantasmas. Por isso pessoas seguem cometendo os mesmos erros em relacionamentos, repetem as mesmas coisas, porque simplesmente não param para refletir sobre os males que certos comportamentos causam nas suas vidas.

6 - Apego excessivo aos rituais

As pessoas parecem ainda estar muito entorpecidas com os rituais que envolvem os relacionamentos, e esquece-se de pensar no que realmente importa. É o caso da moça que compra aliança, faz noivado pra família toda, começa a pesquisar vestido, e esquece-se de cuidar do que realmente importa - a relação com o outro. O final do filme a gente já conhece - casamentos que mal começam e já terminam. Será que se os dois tivessem gastado tempo juntos investindo em cuidar dos problemas do relacionamento e dos problemas da festa de casamento, não teria sido muito mais proveitoso?

7- Competição

Em vez de buscar um parceiro, muitas pessoas passaram a buscar seres que poderiam dominar. Dinheiro é só uma forma de manipulação nesses casos. Tem gente que quer manter uma hierarquia no relacionamento através dos conhecimentos de vida, através do currículo, através dos argumentos nas discussões, etc. Estar por cima passou a ser mais importante do que estar ao lado.

8 - Escassez de elogios

Elogiar é um exercício e precisa de prática pra virar hábito. Pessoas muitas vezes acham que o relacionamento já está garantido, que o outro de alguma forma lhe pertence e por isso acham que não precisam mais elogiar como faziam no início. Ledo engano. Se você não disser, ela (e) nunca vai saber.

 

 

com informações de: Areah

veja também