Conheça algumas profissões que não toleram frescura

Conheça algumas profissões que não toleram frescura

Atualizado: Terça-feira, 20 Dezembro de 2011 as 3:41

Para algumas profissões é necessário ter estômago forte. Você já se imaginou como é trabalhar observando larvas e insetos em cadáveres humanos? Faz parte do trabalho de um entomologista forense para buscar evidências sobre as circunstâncias da morte.

Confira a seguir sete profissões que, para algumas pessoas podem causar arrepios, mas são fundamentais para a sociedade. E como qualquer outra carreira, a dedicação é a chave para o sucesso.

Entomologista Forense

Através do estudo de larvas e insetos encontrados em cadáveres humanos, o profissional consegue estabelecer evidências a respeito da morte.

Dependendo do tamanho e do peso das larvas encontradas nos cadáveres, o entomologista é capaz de identificar a sua idade e há quantos dias a pessoa está morta.

Parece cena de filme, mas outras informações como, por exemplo, se o corpo foi arrastado de um lugar para outro ou se houve consumo de drogas pela vítima, podem ser identificadas com o conhecimento desse profissional.

É necessário ter graduação de nível superior em biologia e se especializar na área.

Tanatopraxista

A rotina de um tanatopraxista é preparar o cadáver para o velório. É preciso fazer a descontaminação, por mais que a morte tenha sido de causa natural, a preparação faz parte do ritual para que o corpo possa ser velado.

Para trabalhar nessa profissão, não dá para ter medo de pessoas mortas, seja um adulto, idoso ou criança. Restaurar o rosto de uma pessoa que foi baleada no rosto, por exemplo, em uma expressão serena, como se estivesse dormindo, é uma arte.

A profissão exige curso técnico de tanatopraxia, que ensina também a necromaquiagem, que é fazer a maquiagem em cadáveres.

Perito Criminal

Além de uma boa capacidade de observação, essa profissão exige que o profissional analise os vestígios presentes em cenas de crime e não temer analisar vítimas fatais.

Para ser um perito criminal é preciso passar em concurso público e suas principais atividades envolvem localizar evidências para solucionar delitos.

Analista Clínico

As análises clínicas no Brasil são executadas por farmacêuticos, biomédicos, bioquímicos e médicos.

Dependendo da área de atuação, as funções diferem, mas são estes profissionais que analisam o sangue, a urina e outros fluidos biológicos humanos. Tem o local de trabalho como laboratórios e por meio de análises é possível diagnosticar ou confirmar doenças.

Entomologista

A entomologia é o estudo científico dos insetos. O profissional estuda o comportamento destes no campo e suas relações com o meio ambiente.

Para ingressar na carreira, a pessoa não pode ser daquelas que estremecem só de encarar um inseto. Um entomologista acompanha desde o que os insetos comem até quanto tempo eles vivem.

Aracnólogo

A aracnologia é o estudo científico das aranhas. Para quem tem pavor ao avistar qualquer tipo de aracnídeo, como aranhas, tarântulas, escorpiões, essa profissão não é recomendada.

Profissionais da aracnologia, área da biologia, estudam o comportamento e classificam as espécies. Os venenos são utilizados para produzir soros para socorrer pessoas acidentadas com estes animais.

Herpetólogo

O profissional lida diariamente com anfíbios e répteis, ou seja, cobras, jacarés, lagartos, entre outros.

O local de estudo normalmente é em zoológicos ou laboratórios, trabalhando com coleta, identificação, catalogação de espécies, entre outros.

veja também