Conheça o estilo de reais donos de perfis famosos do Twitter

Conheça o estilo de reais donos de perfis famosos do Twitter

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2011 as 8:59

Nas redes sociais, os fakes conquistam milhares de seguidores debochando de famosos com um humor ácido. Dentre a lista de assuntos mais comentados por eles, a moda figura entre os principais e, geralmente, as opiniões não são nada favoráveis aos seus alvos. Mas agora que começam a ganhar notoriedade, saindo de trás de seus personagens e encarando os holofotes, que referências do universo fashion eles têm para não serem vítimas de seus próprios pares?

O empresário Gustavo Braun [foto], de 27 anos, é um exemplo típico. Depois de passar quase três anos interpretando a @nairbello no Twitter, em homenagem à falecida atriz, foi contratado pela Mix TV como um dos apresentadores do programa Dose Tripla, que estreará na próxima terça-feira (14), às 22h30. Como quem de pedra se torna vitrine, ele se mostra tranquilo em relação ao seu estilo. "Sou radical chique. Para mim, roupa boa é aquela que esconde a barriga", brinca. "Acho que a moda é um complemento para a pessoa se sentir segura. No meu caso, só penso um pouco mais no que vestir quando saio de casa com vontade de conhecer alguém", avisa Braun.

Extrovertido, o futuro apresentador prefere comprar roupas sóbrias. "Sou gigante, conto piada o tempo todo, falo alto. Se usasse roupas extravagantes, forçaria muito a barra." Porém, quando adolescente, ele não tinha tanta noção de como lidar com o  guarda-roupa. "Quando moleque, depois que perdi 15 quilos, repensei o meu armário e tive de decidir se queria continuar usando as camisetas do Homer Simpson ou não. Percebi que podia passar o meu senso de humor por outros caminhos", lembra. Com a ajuda de amigos, renovou o seu estilo. "Agora já sei o que fica equilibrado em mim, as proporções e as cores que me favorecem. E, definitivamente, odeio calça justa", diz.

"Eu desaparecia por trás das roupas"

Outro anônimo nas ruas - mas famoso na internet - que, no passado, fez das camisetas um instrumento para tentar passar alguma mensagem é o analista de conteúdo Victor Calazans [foto], de 25 anos. Responsável pelo perfil falso da apresentadora Hebe Camargo (@hebecamargo) e, juntamente com Braun, criador do Tumblr Fica, Vai ter bolo, ele garante que só foi ter referência de moda depois que mudou-se para a capital paulista. "Morei em Itapeva, no interior de São Paulo, onde todo mundo usava as mesmas marcas. Lembro que tinha umas 40 camisetas estampadíssimas da Cavalera", revela. "Por ser muito tímido, eu desaparecia por trás das roupas. Todas compradas pela minha mãe."

Com a mudança para São Paulo, Calazans passou a conhecer pessoas que trabalhavam com moda e começou a pedir conselhos aos novos colegas. "Deixei com que as pessoas me ajudassem e, por um período, foi excelente, pois senti uma transformação radical", acredita. Hoje, ele confessa que continua na luta para tentar encontrar o seu estilo, bem diferente da extravagância de sua personagem no Twitter. "Parei de pedir ajuda e estou tentando seguir com as minhas próprias pernas. Ainda não tenho um estilo muito definido, mas sei que gosto de camisetas mais neutras, por exemplo. Também aprendi que, para chamar a atenção, posso usar roupas bacanas sem as estampas chamativas", avisa.

"É um troco óbvio"

Na contramão de Braun e Calazans, o DJ Daniel Carvalho [foto], de 24 anos, a @katylene da internet, sempre foi ligado ao mundo da moda e até chegou a cursar dois períodos numa faculdade em Brasília. "Vi que não era o que eu esperava. Achava que seria uma coisa mais criativa. Não queria fazer aula de costura e lidar com gente que não tinha noção do que era moda", diz Carvalho. Ele, que costuma analisar os looks dos famosos em seu blog, já teve um programa de televisão na MTV no qual não aparecia, apenas a sua personagem. No entanto, não tem medo de receber críticas. "Não tenho direito de querer que as pessoas falem de mim, porque faço isso com todo o mundo. É um troco óbvio."

Com um guarda-roupa que se renova de tempos em tempos, Carvalho se diz "um cara de fases". Passado o momento ‘montação’ em sua vida, agora ele não tem tido muita vontade de se arrumar. "Não tenho problema algum em mudar de estilo. Agora estou na fase das camisetas podrinhas, com estampas de rock e animais. Tem momentos que tenho preguiça de sair e comprar roupas." Atualmente, Carvalho está apaixonado por uma jaqueta de couro. "Ela é a minha peça do mês e que tenho usado quase todos os dias. Quando me encanto com uma roupa, uso por dias seguidos. Depois jogo no armário e nunca mais olho", revela. Ele, que garante ser desapegado com as suas peças, sustenta o discurso até a página dois, já que não consegue se desfazer da sua coleção de tênis. "Tenho mais de 100 pares. A maioria de cano alto, pois adoro usá-los com bermuda", conta.

Confira, na galeria abaixo, o editorial que o iG Moda preparou com as três celebridades da internet.

veja também