'Depressão do Facebook' ataca adolescentes

'Depressão do Facebook' ataca adolescentes

Atualizado: Segunda-feira, 28 Março de 2011 as 12:02

A 'depressão do Facebook' é uma obsessão que o jovem desenvolve relativamente à sua atividade na rede social e que vem juntar-se a outras doenças do foro psicológico associadas ao mundo virtual.

Os investigadores discordam sobre se esta forma de depressão é uma extensão de alguma depressão já existente, ou se é uma doença distinta associada exclusivamente à utilização do site.

No entanto, o que parece consensual é que o Facebook constitui uma realidade particularmente difícil para jovens com pouca auto-estima.

De acordo com Gwenn O Keeffe, um pediatra norte-americano, a obrigatoriedade de colocar constantemente fotos felizes e status diferentes, que demonstrem o quão activa e interessante é a própria vida, pode levar alguns miúdos a sentir-se ainda mais alienados e desenquadrados.

De acordo com O Keeffe, ainda mais deprimente do que sentar-se sozinho para almoçar ou não ter encontros com amigos pode ser ter um mural do Facebook pouco activo.

Os especialistas aconselham os pais a falar com os jovens e a estarem atentos a sinais de 'depressão do Facebook', cyberbullying e outros riscos que estão associados à vida online.

SOL/AP

veja também