Descontos em lojas começão hoje mas lojistas dizem que as vendas estão abaixo do esperado

Saldão de fim de ano atrai consumidores

Atualizado: Quarta-feira, 26 Dezembro de 2012 as 2:31

 

No fim de ano os lojistas sempre aproveitam para aumentar os preços e ‘meter a faca’ nos consumidores que, principalmente nas datas comemorativas como o natal, correm para comprar presentes e muitas vezes, devido à falta de tempo, acabam comprando sem nem se quer pesquisar pra saber se havia algo mais em conta.

Mas, o fim de ano não dura para sempre e depois das festas os consumidores podem sorrir porque agora será a vez deles aproveitarem.

Antes mesmo de fechar o balanço de vendas do Natal de 2012, o varejo já se prepara para o tradicional "saldão" de fim de ano, com descontos em produtos de lojas físicas e virtuais.

A partir de hoje, cerca de 50 sites de comércio eletrônico iniciam a Boxing Week, um período de vendas que já é tradição nos Estados Unidos e que ganhou uma versão nacional.

Entre as lojas virtuais confirmadas no "saldão" estão Americanas, Netshoes, Walmart, Submarino Viagens e Extra.

Segundo os organizadores do evento, os descontos variam entre 20% e 30% e o Walmart, que participa pela segunda vez, prevê um aumento de 80% em suas vendas com relação a 2011 além de estimar-se que as vendas das lojas participantes cheguem a render até R$ 75 milhões neste período.

Como a Alshop (entidade que reúne lojistas de shoppings) informou, o evento nas lojas físicas não será coordenado, portanto as ações de descontos ficam a critério de cada lojista, que pode optar pelas promoções dependendo do seu desempenho nas vendas de Natal.

Ontem, vendedores das lojas Renner e Siberian em shoppings centers de São Paulo, informavam que os descontos começariam a partir de hoje e em algumas lojas, como a Colcci, as peças já estavam em promoção desde o dia 24, véspera de natal, no entanto, alguns lojistas disseram que o movimento de consumidores está mais baixo do que o esperado.

E você, vai ficar de fora dessa? Corre e aproveita!

 

 

com informações de: Folha de São Paulo

veja também