Dicas para demonstrar interesse sem exagerar

Dicas para demonstrar interesse sem exagerar

Atualizado: Sexta-feira, 23 Novembro de 2012 as 4:14

 

Uma dúvida muito comum que surge com frequência tanto no site quanto em conversas no consultório: como demonstrar interesse pelo colega de trabalho, de faculdade ou até mesmo no chat do site, sem parecer vulgar, desagradável ou inoportuno e sem demonstrar declaradamente? 
 
Um primeiro ponto a se considerar seria o grau de envolvimento que mantêm. Se já conversam como amigos, se possuem amigos em comum ou se são absolutos desconhecidos. 
 
6 dicas que se aplicam a diferentes ocasiões para ajudar na hora de ir à luta:
 
1. Se são amigos então a relação já existe e grande parte do caminho foi percorrido. Nesse caso uma única oportunidade quando estiverem juntos serve para se mostrar o interesse. Um gesto mais ousado, uma palavra mais direta e facilmente saberá se o outro está interessado em você. Nesse caso não tenha tanto medo de ser criticado ou julgado, pois se conhecem e você não será mal interpretado como desagradável ou vulgar. 
 
2. Amigos em comum- Eles são sempre um ótimo trunfo, podem ser a ponte entre você e a pessoa por quem se interessa. Podem mandar um recadinho, podem dar um empurrãozinho ou facilitar – criar - um momento entre os dois. Use e abuse dos amigos, para os tímidos eles são uma excelente alternativa, pois podem fazer tudo ficar mais leve e natural. 
 
3. Um olhar e um sorriso na hora certa costumam ser infalíveis. São atitudes discretas, porém fortes o suficiente para que o outro perceba o seu interesse. O olhar – contato visual - é um gesto que revela muito, em especial se ele acontece no momento adequado e da forma certa, como um flerte. São expressões fáceis de serem passadas e compreendidas. 
 
4. Se percebeu a reciprocidade, continue se aproximando sutilmente, converse, apresente-se confiante, agradável e divertido. Na conversa inicial nada de assuntos pesados ou polêmicos, apenas uma conversa leve e descontraída sobre hobbies, passeios, lugares que gostam de ir. Enfim, algo que possibilite um terreno bacana para se conhecerem, porém despretensioso. Siga flertando! 
 
5. Aproveite as oportunidades. Por exemplo, se trabalham juntos, combine um almoço com um grupo de amigos do trabalho e peça para chamarem quem te interessa, sente perto, puxe uma conversa descontraída. Se estudam juntos – faculdade, por exemplo – converse sobre alguma matéria que cursam em comum ou ofereça para caminhar junto até a saída da faculdade. 
 
6. Se o papo acontece no site, aí precisa ser um pouco mais cuidadoso, pois a falta do contato visual, a impossibilidade de ouvir a voz do outro, pode conduzir à erros de interpretação. Nesse caso é importante conversarem bastante, fazer a conversa render, falar muito e de tudo. Sobre trabalho, hobbies, viagens, gostos, esporte, interesses no geral e interesses em comum. Assim se conhecem melhor o que aumenta a chance de se tornarem mais íntimos e no momento certo propor um encontro. O uso das ferramentas no momento oportuno – como risos e piscadinhas – funcionam como uma paquera discreta, mas que desperta o interesse do outro. 
 
É fundamental que alguém tome a iniciativa, um pouco de coragem é necessária na hora do flerte. O cuidado maior deve ser com relação à intensidade e a forma que se demonstra o interesse, a adequação está muito mais no gesto do que na intenção. Todos gostam de saber que são interessantes para alguém, sendo assim aquele que tiver uma paquera bacana e divertida terá enorme chance de ser aceito e muito bem interpretado. Fazer o outro se sentir especial é algo sempre muito bem-vindo! 
 

veja também