Dicas simples para uma paquera virtual

Dicas simples para uma paquera virtual

Atualizado: Segunda-feira, 8 Julho de 2013 as 2:53

Sejamos honestos, paquera virtual é uma obra de arte. Não é para todos, mas todos podem aprender. Gostaria de dar algumas dicas importantes na hora de tentar abordar alguém que você não conhece pessoalmente: 
 
Foto 
 
Nas redes sociais ou nos sites de relacionamentos a primeira "arma" que você tem a seu favor é a foto de capa, portanto, capriche. Muitas pessoas acabam ignorando esse recurso maravilhoso, pois são idealistas e pensam que devem ser conhecidos pela sua essência. Peraí, como alguém vai conhecer sua essência virtualmente? Não tem como, ou seja, precisa fisgar a atenção logo no primeiro olhar. 
 
Fotos antigas, embaçadas, parciais, com fundo ruim, cores gritantes, poses estranhas, sorrisos forçados, paisagem, bichinhos, plantas, caras fúnebres e olhos mal humorados serão usados contra você. Busque tirar uma foto o mais espontânea possível, de tal forma que a imagem capture sua vivacidade. Mulheres privilegiam fotos de homens mais confiáveis e respeitosos e bem cuidados, se for bonito ainda melhor, mas se for agradável e simpático já ajuda muito. Homens ainda preferem fotos provocantes, mas sem vulgaridades, foto de 3x4 não funciona e precisa demonstrar leveza, certa sensualidade com bom gosto. 
 
Descrição 
 
paquera virtualSua descrição também é importante, afinal terá a primeira chance de se deixar conhecer. Colocar frases de impacto ou célebres pode parecer interessante, mas pode demonstrar que você não tem criatividade ou originalidade, portanto pense com calma. 
 
Enumere suas características físicas, psicológicas e sociais mais interessantes. Nada de lamentações, coisas negativas ou restrições, isso será conhecido a seu tempo, depois que a intimidade der conta de fazer superar um defeito aqui e outro ali. 
 
Exemplo que não funciona: "amo quem me ama, dispenso gente sem assunto, amo cachorros e quero algo sério, nem chegue se não for para isso" 
 
Exemplo que funciona: "Quando eu me formei/conheci/experimente ___________ descobri que a vida seria uma chance incrível de dar e receber amor. Meus olhos castanhos transmitem aquilo que acredito: confiança, parceria e sabedoria. Procuro mergulhar em descobertas pessoais e acho que um relacionamento amoroso é uma chance de trocar aprendizados, superação pessoal e uma boa dose de bom humor e prazer. Aberta para conhecer pessoas que estejam abertas a se mostrar. Dizem que sou uma morena meiga e alegre para amar para a vida toda. Concordo com isso! ;)" 
 
O que dizer o que não dizer 
 
Quando tentar puxar um papo assuma uma postura diferente, pense antes de escrever, pare de atirar para todos os lados, concentre forças, mesmo que gaste mais tempo, não se precipite, afinal o mundo não vai acabar amanhã. Seja espontânea e firme, mas sem ser impositiva. 
 
Frases curtas e precisas podem chamar atenção, principalmente se forem personalizadas com traços da pessoa. 
 
Exemplo que não funciona: "Quero você para minha vida, me responda" 
 
Exemplo que funciona: "Não pude deixar de notar que o signo de gêmeos, acompanhado da sensibilidade de quem gosta de MPB e de olhos lindos me fascinou”. 
 
Bate-papo
 
Se rolou um interesse no bate-papo sempre imagine como se fosse uma situação real, as palavras com licença, obrigado, por favor demonstram educação, mesmo no mundo virtual. Não chegue metendo o pé na porta como um saca-rolhas que deseja arrancar todas as informações. Comece com assuntos tranquilos, nada muito profundo e nem que crie tensões, deixe a coisa rolar leve. Faça perguntas sobre a pessoa, se interesse genuinamente, se coloque no lugar dela e sinta como gostaria de ser tratada. De alguma forma vá se "aproximando" do tema em questão, relacionamentos. Esteja de coração aberto para qualquer informação que surgir sem rebater, criticar ou lamentar. Tenha um olhar positivo sobre o mundo, seja inspirador, mas sem ser cafona. 
 
Se conseguir superar essa barreira inicial já é um bom começo para maiores avanços. 
Boa sorte!
 
 
- Dr. Frederico Mattos
 

veja também