Dilma quer jovens brasileiros nas melhores universidades do mundo

Dilma quer jovens brasileiros nas melhores universidades do mundo

Atualizado: Terça-feira, 9 Agosto de 2011 as 10:23

A presidente Dilma Rousseff afirmou na manhã desta segunda-feira (8), no programa de rádio “Café com a Presidenta”, que pretende “que os estudantes brasileiros possam estudar nas melhores universidades do mundo” com a ajuda do recém-lançado programa Ciência sem Fronteiras.

Até 2014, segundo a presidente, estudantes brasileiros ganharão 75 mil bolsas, que vão da graduação ao pós-doutorado, no exterior. Dilma também pediu ajuda de empresários para aperfeiçoamento da iniciativa. “Para atingirmos 100 mil bolsas, estamos chamando os empresários brasileiros a também contribuírem com a oferta de outras 25 mil bolsas”, disse.

O programa vai priorizar áreas ligadas a ciências exatas, às engenharias, à matemática, à física entre outras. “São especialidades fundamentais para a nossa economia, sobretudo, para dar competitividade à indústria”, explicou Dilma.

O Ciência Sem Fronteiras, lançado na terça-feira (26), vai investir R$ 3,1 bilhões. “A escolha vai ser feita a partir do desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). Os alunos que atingirem o mínimo de 600 pontos no Enem vão poder concorrer às bolsas de estudo no exterior, esclareceu a presidente.

veja também