A 'DR' do casal pode ser leve e com bons resultados

A 'DR' do casal pode ser leve e com bons resultados

Atualizado: Quinta-feira, 8 Março de 2012 as 9:42

A temida DR (discutir relação) é vista como uma chatice para os homens e uma necessidade para as mulheres.

Mesmo sendo necessária, não significa que tenha acontecer a todo o momento. Saber discernir entre sérias e irrelevantes as questões que surgem no dia a dia do casal é importante para frear o impulso de falar e conversar a toda e qualquer hora.

Para convidar o namorado para um DR é preciso agir com maturidade e não começar, de forma alguma, o assunto com raiva, afinal, essa conversa não deve ser confundida com uma briga. É a oportunidade de se escutarem justamente para acabar com algumas diferenças, ou seja, para melhorar o relacionamento. Encher o companheiro de críticas e reclamações podem gerar o efeito contrário do esperado.

Mulher é quem gosta de falar sobre o que sente e o que percebe, então é sempre importante peneirar o que será falado em uma DR. Fazendo isso ela irá perceber que muita coisa é irrelevante para ser discutido já que o objetivo é o casal alcançar um conhecimento maior sobre o mundo interno de cada um.

Conhecer muito bem a si mesma e ao seu parceiro evitará o desperdício desse intervalo de troca. Isso significa saber que certas atitudes que são esperadas do parceiro dificilmente serão atendidas uma vez que podem estar relacionadas a dificuldades emocionais que não cabem ao parceiro resolver e sim à própria pessoa.

Enfim, saber o que falar e como falar são os segredos de uma DR produtiva e que não seja chata e pesada. Escolher um namorado(a) que aceite e se interesse em conversar também é importante já que o diálogo sempre será fundamental para uma boa vida juntos.

 

com informações do Par Perfeito

veja também