MENU

Geral

Em dúvida na escolha da carreira? Curso técnico pode ajudar na decisão

Em dúvida na escolha da carreira? Curso técnico pode ajudar na decisão

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:17

 Escolher uma carreira  é um momento difícil, principalmente para os jovens que têm pouca ou nenhum experiência profissional. Muitos, apesar de terem afinidades por uma ou outra área, não estão absolutamente certos do que querem fazer para o resto de suas vidas.

Uma alternativa que surge, para evitar frustrações, é optar por um curso técnico ao invés de ingressar diretamente em uma graduação. Essa estratégia é vista de forma positiva pela professora doutora do Núcleo de Gestão de Pessoas da ESPM, Fátima Motta, que também é sócia-diretora da FM Consultores.

A professora observa que o curso técnico tem a vantagem de ser mais curto e colocar o profissional mais rápido no mercado de trabalho, o que pode ajudá-lo a perceber de forma mais rápida se é aquela área mesmo que quer trabalhar, ou seja, se é aquilo que gosta de fazer.

Na prática

“No curso técnico ele vai ter condições de conhecer uma atividade prática”, explica Fátima. Assim, se o jovem está em dúvida se quer ou não fazer o curso de Administração de Empresas, por exemplo, ele pode começar com um técnico em Administração antes buscar a graduação, “desta forma, ele acaba tendo condições para conhecer a área e ainda fazer a faculdade depois, caso confirme o interesse”.

Atualmente há diversos cursos técnicos, em quase todas as áreas, ou seja, exatas, biológicas e humanas. Na área de computação, engenharia, saúde, há diversas opções e o interessado vai ter uma visão mais prática da área.

Diminuindo os riscos de insatisfação

Fátima ainda avalia que é exatamente essa possibilidade de entrar em contato com a profissão que ajuda os estudantes a diminuir os riscos de não se satisfazer com a carreira escolhida. Sua sugestão é que os estudantes, seja através de cursos técnicos ou outras formas, tentem chegar o mais próximo possível da profissão que pretendem seguir.

Vale conversar com pessoas da área, buscar por estágios não remunerados e se colocar à disposição para exercer alguma atividade que esteja relacionada com a carreira escolhida, antes de começar a graduação.

O curso técnico dá exatamente essa possibilidade, de entrar em contato com a profissão o mais rápido possível. Caso o aluno confirme o interesse pela carreira em questão, ele pode terminar o curso e ainda buscar a graduação, caso ache necessário. A graduação, porém, vai ser interessante, pois com ela será possível fazer uma pós-graduação, por exemplo.

A psicóloga e consultora de carreiras da Veris IBTA Metrocamp, Márcia Betanho, ainda lembra da opção de tecnólogo. Para iniciar um curso de tecnólogo, o estudante tem que ter o ensino médio completo e, ao término do curso, que normalmente tem duração de 2 anos, poderá seguir para um pós-graduação.

A desvantagem, tanto do técnico, quanto do tecnólogo, conforme avaliam as especialistas, é que são cursos mais específicos e totalmente voltados para o mercado de trabalho. Ou seja, o embasamento teórico não é tão forte quanto em uma graduação. No entanto, se o estudante estiver em dúvida quanto qual carreira seguir, essa pode ser uma boa estratégia para entrar em contato com o ramo e depois seguir para a graduação.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições