Enquanto não acha seu par ideal... Viva a liberdade!

Enquanto não acha seu par ideal... Viva a liberdade!

Atualizado: Quarta-feira, 21 Dezembro de 2011 as 9:01

Quando queremos muito alguma coisa em nossas vidas, é natural que tentemos conseguir esta coisa de todas as maneiras possíveis. Se você quer muito comprar algo caro, por exemplo, você fará tudo para consegui-lo: juntará dinheiro, economizará no que pode, se privará de outras coisas, até que, finalmente, consiga comprar o que deseja. Se quer muito ter um determinado emprego, você também se esforçará como puder: estudará, se qualificará, fará provas, entrevistas, e tudo o mais que for preciso. Nos relacionamentos, algo semelhante acontece. Quando uma pessoa quer muito namorar, geralmente faz de tudo para que isso aconteça: sai, vai a festas, faz programas de solteiros, se cadastra em site de relacionamentos... Tudo em busca do grande amor.

Mas o que acontece quando demoramos a conseguir o que tanto desejamos? Como nos sentimos quando, mesmo com tantos esforços, não temos o que buscamos com tanto empenho? Nestes casos, a frustração é um sentimento frequente e até mesmo compreensível.

Quando isso ocorre na busca por um relacionamento, as pessoas reagem de várias maneiras. Duas delas são muito comuns e, por isso, me chamam a atenção: ou a frustração leva a um grande desânimo, fazendo com que as buscas cessem ou pelo menos diminuam; ou a frustração se transforma em ansiedade extrema e faz com que as buscas continuem, porém de maneira tensa. Ambas as reações acabam sendo prejudiciais à própria pessoa que deseja ter um relacionamento, que fica desanimada ou ansiosa demais para encontrar um par. Dessa forma, elas sequer conseguem ver que a solteirice tem vários aspectos positivos, aspectos estes que se perdem depois que uma relação tem início.

Converse com que está casado ou namorando há muito tempo, e você perceberá: eles sentem falta de muitas coisas das quais você se queixa. Isso porque toda e qualquer situação tem seu lado positivo e outro negativo. Assim sendo, tanto a solteirice quanto os relacionamentos têm coisas boas e coisas ruins. O ideal é poder aproveitar o que há de bom em qualquer que seja a situação na qual você se encontre. Se está solteiro(a), por que se apegar apenas ao que você não gosta em estar solteiro(a)? Por que não aproveitar o que há de bom nisso? Como quem está na situação geralmente acaba perdendo de vista seus aspectos positivos, vou ajudá-los a lembrar de algumas destas coisas!

Liberdade

Liberdade talvez seja o principal elemento positivo de estar solteiro(a). Não considero que relacionamentos são prisões, de maneira alguma. Mas é claro que, se relacionando, acabamos tendo certas restrições, que não temos na solteirice. Solteiro(a), você pode, por exemplo, sair para o lugar que bem entender. Não é preciso negociar e ter que sair depois do jogo de futebol, por exemplo, ou ir a um bar que você não considera tão interessante assim. Você pode sair pra dançar a música que gosta, no ambiente que gosta, com as pessoas de quem gosta. Não é preciso conversar, convencer, entrar em acordos... É você quem escolhe o que fará.

Conhecer pessoas

Conhecer pessoas é algo interessante, independentemente de se estar comprometido(a) ou não. Novas pessoas trazem novos assuntos e novos conhecimentos, o que quase sempre é positivo. Quando estamos com alguém, frequentemente saímos somente a dois, o que impede que conheçamos novas pessoas. Solteiros(as), pelo contrário, acabamos tendo mais oportunidades para fazer novas amizades. Algumas destas novas amizades ocasionalmente acabam se transformando e dando origem a uma relação amorosa. Por esta razão, a possibilidade de conhecer pessoas pode ser bastante valiosa.

Simplicidade

Se você estiver sozinho(a) há muito tempo, talvez não perceba mais a simplicidade que há na vida do(a) solteiro(a). Você só precisa pensar em si mesmo, se preocupar consigo próprio, pagar suas próprias contas, cozinhar para si. Não há jogos, desentendimentos, não é preciso pensar o que o outro vai achar do que você fez ou fará. Não há olhares de condenação para o que você vai vestir ou assistir na televisão. Você é quem determina o que bem entender, simples assim.

Estas são apenas alguns dos pontos positivos da solteirice. É evidente que existem também pontos negativos, mas por que se apegar a eles? Aproveite a liberdade que tem enquanto seu grande amor não vem!

veja também