Escola de Bernardinho vai ensinar vôlei para jovens de comunidades

Escola de Bernardinho vai ensinar vôlei para jovens de comunidades

Atualizado: Terça-feira, 12 Abril de 2011 as 9:44

Jovens que moram em comunidades pacificadas ganharão, a partir de maio, a oportunidade de aprender a jogar vôlei e, quem sabe, se tornarem astros do esporte. O projeto vai beneficiar 720 meninos e meninas, de oito a 13 anos, de cinco localidades pacificadas, que vão praticar a modalidade sob orientação de ninguém menos que Bernardinho, técnico da seleção brasileira masculina e da equipe feminina Rio de Janeiro.

As escolinhas de vôlei são a vertente social do projeto de montagem de um grande time de vôlei masculino no Rio de Janeiro, o RJX Esporte Clube, uma parceria do Governo do Estado com o empresário Eike Batista. Para garantir ao time a cessão do Maracanãzinho para treinos e jogos da equipe, que vai disputar a próxima Superliga, o projeto desenvolverá em paralelo atividades com crianças e jovens de comunidades carentes localizadas em cinco UPPs, que ainda serão definidas.

- Como o Bernardinho já tem este trabalho na favela Tavares Bastos, vamos levá-lo para as comunidades pacificadas. As escolinhas serão o grande legado social dentro deste projeto maior de ter um grande time de vôlei que terá como sua casa o Maracanãzinho, onde serão realizados os jogos de vôlei das Olimpíadas de 2016. Por isso, o ginásio precisa ter eventos o tempo inteiro para se comunicar com a torcida que gosta dessa modalidade, a segunda maior do Brasil - disse a secretária de Esportes, Márcia Lins.

O novo time e o projeto social serão financiados por uma das empresas do grupo EBX, num total de R$ 13 milhões por ano.

veja também