Especialistas ensinam o que fazer depois do fim do estágio para continuar competitivo no mercado de trabalho

Dicas para manter as portas abertas depois do fim do estágio

Atualizado: Quarta-feira, 4 Abril de 2012 as 12:02

Dois anos é o tempo máximo para realização de estágio em uma mesma empresa, conforme determina a Lei do Estágio, modificada em 2008. Contudo, mesmo quem está com os dias contados deve ter atenção ao comportamento no ambiente de trabalho e ao cumprimento dos prazos se quiser manter as portas abertas. Desleixo, ainda que seja na reta final, mancha a imagem profissional construída durante meses.

Para garantir novas oportunidades de trabalho depois do fim do estágio, a Universia Brasil ouviu especialistas em recrutamento e seleção de estudantes. Veja a seguir 5 dicas para se manter o "passe livre":
 
1 - Comprometimento com as tarefas
Não pense que nas últimas semanas o "corpo mole" impera e as atividades são feitas na marcha lenta. Do mesmo modo, o estagiário não deve aumentar a carga de trabalho para mostrar serviço de olho na efetivação. "O estagiário tem que se comprometer com suas funções até o final do contrato", indica a coordenadora de Treinamento Externo do Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios), Yolanda Brandão. "Desta maneira, as portas não serão fechadas numa oportunidade futura, seja na empresa ou em alguma parceira", completa.
 
2 - Cumpra os horários
Atrasos são vistos com maus olhos pelas corporações, principalmente se não há a compensação do tempo perdido. Se com o fim do contrato você precisa chegar um pouco depois do horário, pois está à procura de um novo posto de trabalho, tudo bem. Dias antes, negocie com seu chefe a entrada depois do horário combinado para que não haja problema na execução das atividades do dia. Manter a regularidade de horários é especial para estudantes do último ano da faculdade, pois há possibilidade de contratação, lembra Yolanda. "Dedicação pode gerar efetivação, portanto cumpra os horários corretamente."
 
3 - Rede de contatos
Relacionamento é munição para recolocação no mercado de trabalho. Diante disto, por que não manter a cordialidade nas relações profissionais? Dê respostas educadas aos colegas, contribua com ideias. Mostre-se profissional para a “vitrine” hierárquica. "Aproveite o contato com os colegas para conquistar uma reinserção no mercado. Pode render indicação para um novo estágio."
 
4 - Feedback reverso
Prepare-se para receber o famoso feedback do "big boss". O bate-papo indicando pontos fortes e fracos identificados durante o estágio é obrigatória ao final do período. Entretanto, você pode aproveitar o rescisão contratual para aplicar o feedback reverso e mostra-se contente com a oportunidade, comentar sobre o crescimento profissional e até mesmo pedir uma indicação.
 
5 - Lupa na reta final
Fique atento com tudo o que feito e dito na fase final do contrato de estágio. O gestor e a área de recrutamento estarão com a lente de aumento sobre você. Não leve a mal, pode estar sendo avaliada a possibilidade de contratação na empresa. “Apesar de a avaliação ser feita durante todo estágio, o final pode ser um momento decisivo, em que a porta pode ser aberta ou fechada”, alerta a supervisora de Relacionamento com Instituições de Ensino do CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), Laura Alves. "Atualmente, o comportamento é mais valorizado que o conhecimento técnico", finaliza.
 
 

veja também