Estudos comprovam que dieta natural ajuda animais domésticos a terem vida mais saudável

Descubra como alimentar bem seu bichinho

Atualizado: Terça-feira, 18 Dezembro de 2012 as 12:21

 

caoA criadora e proprietária do canil Vix Bull, Vivianne Mello, descobriu um novo tipo de alimentação natural para dar aos cães que trata em seu canil.

Depois de levar sua buldogue francesa, Tallulah, de apenas 2 anos de idade para participar de um concurso da Confederação Brasileira de Cinofilia (amor aos cães) e conquistar o  título de Jovem Campeã Brasileira da raça, Viviane passou a alimentar sua vencedora com uma dieta especial.

Tallulah não come ração, apenas carnes, ossos, vegetais e outros alimentos não industrializados.

O conceito de dietas para pets é conhecido no exterior e vem ganhando muitos adeptos aqui no Brasil.

Viviane afirma que no começo não entendia como o alimento poderia ajudar seus cães. "Não entendia como um alimento sem variedade e em forma de 'bolinhas' poderia suprir as necessidades dos meus cães", afirma ela.

Existem vários tipos de alimentação natural. As baseadas em carne incluem ossos carnudos, vísceras, frango e peixe. As onívoras adicionam ovos e vegetais crus, mas, dependendo do animal e da intenção do proprietário, ela pode ser 100% cozida, livre de ossos e até mesmo vegetariana.

Segundo a veterinária Sylvia Angélico, que apoia o uso da dieta, anteriormente o uso dessa prática era considerado algo inapropriado aos animais.  "Quando fui apresentada a esse tipo de dieta, em 2007, nenhum dos veterinários com quem tentei conversar aceitava o conceito", diz a veterinária.

Sylvia mantém o site Cachorro Verde (www.cachorroverde.com.br) e também conta que para conseguir colocar o projeto em prática ela teve de importar livros e se informar em sites em inglês. Com o tempo a veterinária pode "abrir seus horizontes para um universo de possibilidades saudáveis".

Se elaborada com acompanhamento especializado, a alimentação natural oferece alta qualidade nutricional para os pets. Mas é preciso organização e disciplina. Os adeptos garantem que vale a pena. "Parece exagero, mas a disposição dos cães é outra. Eles ficam menos doentes, apresentam menor queda de pelos e não há acúmulo de tártaro", afirma a criadora Kathleen Schwab, do canil Phanomen.

Os exames feitos nos animais que usam a dieta comprovam: os animais tem aumento da imunidade, as mucosas ficam mais úmidas, há perda de massa gorda e aumento de musculatura, a resistência do organismo a parasitas e doenças aumenta e nota-se a melhora de quadros crônicos de vômitos, diarreia, otites e alergias.

Para a veterinária Tatiana Pelucio, assessora técnica do Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo, não há contraindicações, "desde que a dieta seja estabelecida e acompanhada por um profissional, inclusive com relação ao preparo e ao manejo dos produtos, principalmente os crus".

A transição para a alimentação natural, no entanto, não deve ser feita sem orientação profissional.

Para evitar problemas, algumas medidas são necessárias. Antes de oferecidos aos animais, os alimentos precisam ser congelados. Ossos devem ser oferecidos crus, já que o calor altera sua composição, tornando-os mais rígidos, podendo provocar engasgos e perfurações gastrointestinais. E os pets devem ser supervisionados enquanto comem.

O proprietário também precisa saber que a alimentação natural não é tão prática e demanda disciplina.

Os ingredientes devem ser antes pesquisados, e após a compra, organizados para que se possam armazenar as refeições dos animais com cuidado.

A prática também vale a pena em termos financeiros.

cão 2

VANTAGENS

Sabor: O cardápio é variado e mais palatável.

Saudável: Reduz o índice de gordura, melhora a imunidade e dá mais disposição.

Dentes: Ajuda a mantê-los naturalmente limpos e o hálito mais fresco.

Higiene: As fezes são menores, mais secas e têm menos odor.

 

 

DESVANTAGENS

Falta de praticidade: Abrir um saco de ração e oferecer em um pote é muito mais fácil

Sem volta: Pode ser que o animal não aceite mais comer ração

Espaço: Armazenar comida ocupa mais lugar no freezer

Disciplina: O proprietário deve estudar o assunto e seguir orientações à risca

 

 

 

com informações de: Folha de São Paulo - (UOL)

veja também