Evento que reúne pensadores e realizadores de tecnologia é surpreendido pelo lançamento do novo produto do Google

Fundador do Google lança novo produto, confira!

Atualizado: Quinta-feira, 28 Fevereiro de 2013 as 10:43

 

Sergey BrinTodos os anos, os principais pensadores do mundo e realizadores de tecnologia se reúnem para um evento que muitos descrevem como o destaque do ano chamado de TED. Os participantes chamam o evento de "uma viagem de 4 dias para o futuro, na companhia de quem o cria".

Este ano, no TED 2013, muitos ventures capitalistas, CEOs de grandes empresas, e até artistas, como Cameron Diaz e Ben Afleck participaram do evento em busca das idéias provocadoras que aparecem no mercado.

 As boas notícias chegaram com a palestra do fundador do Google, Sergey Brin, que subiu ao palco para contar como seu novo produto, Google Glass nasceu e o que mais vem pela frente e permitiu que os participantes do evento experimentassem o uso do programa que em breve estará disponível para alguns escolhidos ao preço de US$ 1500.

Antes de falar, Brin pegou o celular e respondeu uma mensagem de um cliente importante. Em seguida, disse: “Temos que prestar atenção nisso, pois foi com este cuidado que esta companhia virou o que é hoje.” Mas era uma brincadeira retórica para mostrar como o hábito do celular é intrusivo nas relações, ao contrário do Google Glass que ele estava usando.

Brin falou do processo de construção durante dois anos e de como ele foi evoluindo de um grande aparelho para algo pequeno e confortável - e até com câmera, que não estava no projeto original. “É meio bizarro no início, mas depois você se acostuma”, disse Brin.

Além do Google Glass, o tema energia ganhou também bastante destaque no segundo dia de palestras do TED. O empreendedor serial Elon Musk, que tem a seguinte carteira de negócios criados: PayPal, Tesla (fabricante de carros elétricos), XSpace (fabricante de foguetes) e SolarCity (energia solar), falou de duas das suas mais recentes apostas: exploração espacial e energia solar.

Ele aposta que em breve poderemos ter uma base de exploração em Marte e que em cerca de 20 anos teremos a energia solar como uma das principais no grid energético.

Se será possível ou não só saberemos em 20 anos então, é aguardar e torcer!

(imagem: modelo Google Glass)

google glass

 

 

com informações de: Exame

veja também