Evitando lesões na aventura

Evitando lesões na aventura

Atualizado: Terça-feira, 5 Abril de 2011 as 4:16

Uma das coisas mais importantes para se viver uma boa aventura é evitar lesões. Machucar-se, além de causar transtornos e exigir ações de primeiros socorros, pode fazer com que o aventureiro de primeira viagem passe a ter uma visão pejorativa dos esportes praticados em contato com a natureza.

A idéia de que as pessoas que praticam atividades outdoor são verdadeiros suicidas é enganosa: são pessoas que adoram a vida e querem aproveitá-la muito bem. Por isso, é tão importante a prevenção de lesões.

Em primeiro lugar, é necessário que a pessoa que vai praticar uma atividade em ambientes naturais observe seus hábitos e modifique, se necessário, algumas coisas no seu estilo de vida.

Praticar algum exercício regularmente, alimentar-se de forma mais saudável e variada, evitar estimulantes como cafeína, álcool e outras drogas, são atitudes que ajudam a evitar lesões durante o esforço físico e outros problemas de saúde mais sérios.

Evite ingerir bebidas alcóolicas antes de partir para a sua aventura.

O álcool desidrata o organismo, acelera o desgaste físico, altera a regulação da temperatura corporal e em maiores doses provoca alterações mentais que afetam a concentração e o julgamento, o que pode causar não só lesões, como acidentes graves.

Uma boa hidratação é fundamental para qualquer atividade física e essencial para uma vida saudável. Humildade e segurança -

Durante a prática esportiva, não basta apenas um corpo saudável. É fundamental ter uma atitude saudável, respeitando os procedimentos de segurança, o meio ambiente, os outros e a própria vida.

Mesmo pessoas experientes, acostumadas a atividades de aventura, devem respeitar todas as regras com atenção, para não correr riscos desnecessários . Dentes quebrados e batidas na boca, por exemplo, são lesões comuns no rafting, causadas por acidentes com remo.

É fácil evitar esse tipo de acidente prestando atenção às instruções dadas antes da descida. Técnica, postura e movimento correto, não devem ser vistos como acessórios.

São procedimentos fundamentais para evitar lesões, desde as mais simples, como torções e arranhões, até as mais sérias que podem levar à morte. Agir sempre como iniciante, prestando atenção aos detalhes, é uma boa dica.

A outra, para quem está realmente começando, é ter o cuidado de procurar empresas e instituições idôneas para captar informações.

Nas instituições (clubes, associações, etc.), a preocupação com a segurança e o respeito aos praticantes ajudarão você a entender quais são os procedimentos corretos e quais devem ser evitados.

AQUECIMENTO, ALONGAMENTO E CUIDADO COM OS PÉS

Aquecimento antes e alongamento/esfriamento depois da atividade física ajudam a prevenir lesões. Porém, nem todos os praticantes dessas atividades têm o hábito de dedicar algum tempo a estes cuidados fundamentais.

As conseqüências, principalmente em ambientes naturais, onde o esforço físico é geralmente extenuante, podem ser muito ruins.

No aquecimento devem ser adotadas as mesmas posturas que são utilizadas para alongar os músculos. O que muda é o tempo que você permanece na posição: quanto mais tempo, maior o relaxamento.

Por isso, não permaneça mais que trinta segundos na mesma postura, pois a partir desse tempo ao invés de deixar o músculo alerta para atividade, você provocará um relaxamento que poderá prejudicar o rendimento do mesmo.

Cuidados com os pés - Uma das lesões mais comuns durante a prática dos esportes de aventura é a torção. Além dela, as bolhas nos pés também costumam prejudicar bastante os aventureiros.

Pode parecer pouco, mas caminhar quilômetros tendo de agüentar a dor provocada por uma bolha pode transformar um passeio, que deveria ser prazeroso, em um verdadeiro martírio. Por isso, o cuidado com os pés é muito importante na prevenção de lesões.

Deve-se, em primeiro lugar, prestar atenção na escolha do calçado, que precisa ser adequado à prática esportiva. Também escolha meias corretas e nunca esqueça de levar algumas a mais. Um tênis seco, de reserva, também ajuda. Pés úmidos ficam com a pele mais frágil, facilitando processo de formação de bolhas e feridas.

A dor provocada pode tirar a concentração, provocando quedas e outros acidentes. O cuidado com os pés deve ser intenso: sempre que puder, passe cremes, hidrate-o e proteja-o da umidade. Pode parecer frescura, mas fará uma grande diferença. Você se sentirá mais feliz e confortável, aproveitará melhor e evitará uma série de lesões.

DIFICULDADES DO AMBIENTE

Muitas das dicas dadas até agora referem-se a cuidados que devem ser tomados em qualquer atividade física. Nos esportes de aventura, porém, é necessário atentar para algo muito importante: o ambiente.

Em primeiro lugar, os ambientes inóspitos onde acontecem a maioria das aventuras, costumam ter grandes variações de temperatura. Esse fato pode acarretar problemas fisiológicos, como hipotermia ( rebaixamento perigoso da temperatura corporal ) ou hipertermia (elevação da temperatura corporal ).

Para evitar estes problemas , mais uma vez entra a questão do planejamento correto (que alimentos levar? Haverá água no caminho? É necessário levar um fogareiro?).

Não esquecer que a roupa adequada fará muita diferença numa aventura ao ar livre. Roupas leves, que permitam a transpiração e evaporação do suor, ajudam a regular a temperatura do corpo e tornam a atividade menos desgastante.

Lembre-se de que num mesmo dia, em uma mesma região, a temperatura pode atingir extremos de frio e calor. Por isso, sempre leve roupas adequadas às variações térmicas do local. Mangas longas e calças compridas são recomendáveis para incursões no mato, principalmente para pessoas de pele sensível e alégicas. Evitam arranhões, picada de insetos, acidentes ofídicos e queimaduras solares.

Nunca se esqueça também dos equipamentos. Cheque-os um a um antes de sair de casa. Converse com seus companheiros de aventura para saber se eles também estão devidamente equipados.

E NUNCA SE AVENTURE SOZINHO.

Por: Simone Kurotusche

veja também