Exercícios de concentração ajudam aluno a se preparar para o Enem

Exercícios de concentração ajudam aluno a se preparar para o Enem

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 9:43

Além de dominar o conteúdo exigido no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes precisam se preparar fisicamente para os dois dias de provas, que devem ser realizadas em cinco horas. O longo período sentado pode refletir no desempenho do aluno e para evitar errar questões por cansaço, o estudante Rodrigo Branco Rodakoviski, de 17 anos, decidiu aderir a ioga para manter a postura enquanto responde a prova e também para controlar a ansiedade.

“Ainda não estou nervoso, mas acho que na hora que eu vir os concorrentes vai dar um certo nervosismo”, confessou Rodrigo que pretende cursar Engenharia Ambiental na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A ioga é oferecida, exclusivamente, para os alunos do terceiro ano do Colégio Marista onde Rodrigo estuda em Curitiba. E segundo ele, que participa das aulas há um mês, os resultados se mostraram melhores do que o imaginado. Rodrigo destaca como pontos importantes exercícios que incentivam a circulação sanguínea no cérebro e técnicas de respiração que ajudam na concentração.

"Ajuda tanto para o relaxamento quando para a concentração. Você tem que inspirar o ar durante sete segundos, segurar por mais sete e soltar também em sete segundos", ensinou o estudante. Rodrigo disse que antes de sair de casa para fazer o Enem, no próximo sábado (22), vai fazer um exercício no qual ele eleva as pernas e se apoia no tronco e nos cotovelos. "É para aumentar o fluxo sanguíneo no cérebro", explicou.

Rodrigo aprendeu também uma técnica para descansar a mente, o que segundo ele faz parte do processo de aprendizagem. Ele contou que assim como o corpo precisa descansar após exercícios físicos, a mente precisa descansa depois de horas de estudo. A dica é sentar em posição de índio e pensar em nada. “É difícil então eu imagino um rio. O pensamento vem e vai com a correnteza”, explicou o estudante.

Aos poucos, a ioga está deixando de ser exclusivamente um mecanismo utilizado por Rodrigo para se preparar para as provas do Enem e do vestibular. Ele confessou que sempre que sobra um tempo, faz alguns exercícios em casa. “A gente se sente mais confiante”, comentou. A ideia é praticar mais a ioga, quando passar esta fase de ‘vestibulando’.

A educadora física da Academia Fit, Juliana Rech, destaca que é essencial cuidar da postura na hora da prova, caso contrário o estudante pode sentir dores nas costas e no trapézio (região dos ombros). Para aqueles que praticam exercícios físicos frequentemente é bom fortalecer a região lombar e abdominal, orientou a educadora física

A opção de Rodrigo, também e dita como correta. Segundo Rech, além da ioga, os exercícios de pilates também são recomendados para estudantes. “São exercício feitos sem a ajuda de aparelhos, o que exige mais concentração e esforço físico”, acrescentou.

A dica para a hora da prova é fazer alguns exercícios de alongamento, na carteira mesmo, quando o estudante começar a se sentir cansado. A educadora física separou alguns exercícios para alongar o pescoço em todas as direções, mãos, braços e costa.

Exercícios de alongamento durante a prova podemamenizar dores corporais

Alimentação

Escolher os alimentos corretos também pode interferir no desempenho do estudante na hora de realizar a prova do Enem. A nutricionista e professora da Unibrasil, Edilceia Domingues do Amaral Ravazzani, destaca que os estudantes de 16 e 17 anos estão em fase de crescimento, portanto, necessitam de refeições balanceadas e variadas. O recomendado, segundo Ravazzani, é fazer de cinco a seis refeições diárias, sendo três principais: café da manhã, almoço e jantar.

O mais importante é se manter hidratado na hora da prova, afirmou Ravazzani. “A desidratação provoca queda no rendimento porque o aluno pode ficar sonolento”, declarou a nutricionista.

Nos dias que antecedem o Enem, o estudante deve manter sua rotina alimentar para evitar desconfortos gastrointestinais no momento da prova. É recomendado ingerir peixe, frutas, verduras e hortaliças que possuem minerais, como Fosfato, que agem na memória do ser humano.

Quanto a consumir chocolate na hora da prova, a nutricional avalia que é preferível que o estudante coma uma barra de cereal. Segundo ela, apesar de conter substâncias estimulantes, o chocolate possui muita gordura.

veja também