Facebook cresce e já preocupa soberano Orkut no Brasil

Facebook cresce e já preocupa soberano Orkut no Brasil

Atualizado: Sexta-feira, 27 Maio de 2011 as 2:30

Criada em 2004, a rede social mais popular do mundo ainda não tem o mesmo status no Brasil, mas um crescimento rápido e alucinante fez muita gente migrar do Orkut para o Facebook nos últimos tempos.

Pela primeira vez na história, o Facebook ultrapassou o Orkut em número de acessos. Já em número de membros cadastrados, o site do Google ainda lidera tranquilamente no Brasil, com quase o dobro de contas.

Além do crescimento do Facebook, o boom do Twitter (mas logo estabilizado) fez com que o Google promovesse 33 mudanças no Orkut em 2010, maior transformação do site nos seus sete anos de vida e evidência de preocupação com o seu principal mercado no mundo.

"Eu era viciado no Orkut, mas comecei a receber inúmeros spams e propagandas", aponta o estudante Diego Viana, que diz não sair mais do Facebook. "A diferença é que no Facebook o que me interessa chega para mim sem eu precisar ficar procurando".

A empresa de pesquisa de mercado digital Comscore divulgou relatório em abril que aponta crescimento de 159% em número de usuários do Facebook apenas no primeiro bimestre deste ano.

Índia

O vice-presidente da empresa, Alex Banks, acredita que o Brasil passa por um processo parecido com o ocorrido na Índia em 2010 quando o até então soberano Orkut foi ultrapassado, "mas será difícil atingir a liderança", declarou à imprensa mundial.

E Banks está certo. Apesar do crescimento do Facebook, o Orkut não cai em número de usuários, mas também não aumenta. "Gosto das comunidades, a maioria ainda está no Orkut e como o objetivo é relacionar-se, nada melhor do que estar com a maioria", acredita o professor de informática Alexandre Mendes.

Nos países onde a rede criada na Universidade de Harvard lidera, o motivo do sucesso pode ter sido a manutenção de sua API (Interface de Programação de Aplicações, em inglês) que nada mais é que a permissão para desenvolvedores independentes usarem o código do Facebook para criarem ferramentas e jogos, os chamados aplicativos.

Hoje, é possível encontrar aplicativos independentes tanto no Orkut como no Myspace. Mas na época em que só o Facebook oferecia a ferramenta, foi criticado por especialistas pelos riscos e por possíveis más-intenções dos desenvolvedores.

O resultado pode ser destacado com os respeitáveis números alcançados pelo site em 2011: 500 milhões de usuários no mundo, sendo mais de um milhão de desenvolvedores em 180 países diferentes responsáveis pela criação de 550 mil aplicativos.

veja também