Falta da estrutura da religião pode deixar pessoas mais vulneráveis à problemas mentais

Estrutura religiosa evita problemas mentais

Atualizado: Sexta-feira, 11 Janeiro de 2013 as 6:27

 

Uma nova pesquisa feita pelo University College London, na Inglaterra, afirmou que pessoas que não seguem nenhuma religião estão sujeitas a terem transtornos mentais.

A pesquisa publicada no "British Journal of Psychiatry" entrevistou 7.400 ingleses e descobriu que pessoas espiritualizadas, mas que não seguem uma religião formal, são mais propensas a sofrerem de transtornos mentais do que ateus ou religiosos "tradicionais".

A pesquisa verificou que desse total de pessoas 35% são seguidores de uma religião, 19% são espiritualizados e 46% não são nenhuma coisa nem a outra, ou seja, enquadram-se no padrão de ateus e agnósticos.

Do total de pessoas que compõem o grupo dos espiritualizados não religiosos, 77% deles tiveram um risco maior de abusar de drogas, sofrerem de transtornos alimentares, fobias e neuroses.

Os pesquisadores, no entanto, sugerem que haja uma explicação, mesmo que parcial, para tal fenômeno. Segundo eles, a falta da estrutura de uma religião formal na busca espiritual pode deixar essas pessoas mais vulneráveis aos problemas mentais.

 Os autores do artigo, liderados pelo professor Michael King, reconhecem que são necessários outros estudos para realmente destrinchar e explicar essa relação entre os espiritualizados e os transtornos mentais.

Por enquanto o que podemos dizer é só que a solução é mesmo continuar seguindo a Deus haja o que houver afinal sabemos que só Ele é o caminho a verdade e a vida.

 

 

com informações de: Folha de São Paulo

veja também