Falta de humildade e de paciência contamina jovens atores

Falta de humildade e de paciência contamina jovens atores

Atualizado: Segunda-feira, 19 Setembro de 2011 as 10:26

Ter fama, prestígio e dinheiro é, com certeza, muito bom. Mas, às vezes, pode fazer com que a pessoa perca a humildade e fique arredia com fãs e com a imprensa. Infelizmente, esse "fenômeno" acontece, na maioria dos casos, com atores e artistas jovens que, por falta de maturidade e experiência, tornam-se "estrelinhas".

A mais nova vítima do efeito "sucesso que subiu à cabeça" é Caio Castro, o Antenor da novela Fina Estampa (Globo). Ele tem sido muito antipático e reclamão com os fotógrafos e repórteres do Rio de Janeiro, o que gerou uma revolta destes profissionais contra ele. Por isso, estão evitando tirar fotos e entrevistar o ator, de 22 anos.

Fabíola Reipert, blogueira do R7, afirma que há outros jovens artistas que também não são muito adeptos da boa educação.

- Sheron Menezzes, Luana Piovani e Paulo Vilhena já foram várias vezes chatos com jornalistas. Às vezes, eles são grossos desta maneira porque ficam famosos e perdem a humildade com o sucesso que sobe à cabeça. Mas tem muitos que são super-simpáticos, como Nívea Stelmann, Bruno Gagliasso, Fernanda Vasconcellos e a jovem Marina Ruy Barbosa.

Má gestão de carreira

Em alguns casos, o famoso não é totalmente culpado por suas atitudes pouco admiráveis. Alguns assessores, profissionais que auxiliam e administram a carreira deles, incentivam as celebridades a agirem desta maneira.

Segundo o empresário e assessor de imprensa de famosos Roberto Rodrigues, o artista tem que ficar esperto para não se submeter e seguir conselhos errados destes profissionais.

- Um ator, cantor ou participante de reality show tem que saber que ele é um operário do entretenimento. É como um emprego comum, mas com um mercado de trabalho extremamente competitivo. Ele e seu assessor têm que sempre estar antenados e atualizados, pensando na melhor estratégia para manter o sucesso.

Ele lembra também que a fama é uma via de duas mãos, e assim como os jornalistas e os fãs precisam do seu ídolo, as celebridades precisam deles para se manter em destaque e bem-sucedidos na carreira.

- O artista, independentemente de sua idade, tem que saber que a fama é consequência de trabalho e talento, e por isso tem que ser humilde e pé no chão.

Uma justificativa sempre utilizada para explicar os ataques de estrelismo de jovens atores é a falta de maturidade, que desencadeia a dificuldade de lidar com o assédio.  Além disso, eles ficam muito perdidos e não sabem a melhor maneira de lidar com este universo completamente novo.

Por isso, é normal ver artistas mais maduros envolvidos com menos escândalos relacionados a suas imagens.

A atriz Nicole Puzzi, que começou a carreira aos 13 anos, virou musa da pornochachada ainda na juventude e atualmente vive uma vilã na novela Amor & Revolução (SBT), revela que só conseguiu lidar bem com a questão da fama ainda adolescente porque teve o apoio da família.

- Independentemente de começar a trabalhar com 12 e 13 anos, o jovem tem que ter o apoio dos pais. Na minha carreira, começar cedo só me deu maturidade e brilho no meu caráter, mas tudo porque, mesmo não gostando do que eu fazia, meu pai falou que ia estar sempre ao meu lado.

veja também