Diretor Ang Lee faz sucesso com seu novo filme adaptado do livro "A vida de Pi"

"As Aventuras de Pi" recebe ótimas críticas

Atualizado: Sexta-feira, 21 Dezembro de 2012 as 2:35

 

as aventuras de pi

O sucesso do filme “As Aventuras de Pi”, que estreou hoje nos cinemas, já tem ótimas críticas.

As aventuras de Pi Patel, que na verdade se chama Piscine Patel, mas prefere ser confundido com a letra grega Pi, um número irracional, que se estende ao infinito e é tido como sagrado na Antiguidade, é o filho de um dono de zoológico na Índia.

O garoto, que prefere ser associado a um dos mistérios da matemática e à mitológica Piscina Molitor, em Paris, tão admirada por seu pai, do qual tirou inspiração para batizar o filho com tal nome, vê os negócios do pai no zoológico irem mal e parte com a família para tentar a vida em outro país.

A família de Pi embarca num navio rumo ao Canadá, mas ventos e tempestades mudam os projetos. Após uma tempestade, Pi se verá num bote de salvamento em companhia de uma zebra, um orangotango fêmea, uma hiena e o tal tigre de Bengala que chama-se Richard Parker.

O diretor do filme, Ang Lee relata que quando conheceu a história, encantou-se por ela, mas, de certa forma, temia filmá-la, pois antevia as dificuldades em transformar o material literário em cinema de estrutura sólida. Optou pelo 3D porque este serviria à fantasia e também por ser um desafio.

A adaptação do livro de Yann Martel estreou hoje nas telonas e relata através do personagem Pi, já na meia-idade, suas aventuras que buscam convencer um jornalista a acreditar em Deus.

O diretor taiwanês, Ang Lee, de fato encara qualquer tipo de gênero e tornou-se conhecido pelo público com o pequeno filme de costumes ‘Banquete de Casamento’ de 1993.

Sua adaptação de Jane Austen em ‘Razão e Sensibilidade’ de 1995 e ‘O Tigre e o Dragão’ em 2000, que lhe rendeu um Oscar em sua visita ao mundo das artes marciais, deu ao diretor um destaque ainda maior no mundo do cinema.

Sua "volta" ao Ocidente se dá com ‘Hulk’ em 2003, mas, a grande surpresa ficou mesmo foi com ‘O Segredo de Brokeback Mountain’, que lhe deu o Leão de Ouro em Veneza em 2005 e em 2007, ele se volta para uma trama oriental, ‘Desejo e Perigo’, que, de novo, lhe garante outro Leão de Ouro.

Do novo trabalho de Ang só era mesmo de se esperar que viessem ótimas críticas. Um enorme tigre de Bengala, um menino, ambos em um bote perdido no mar imenso, sol e chuva, fome e medo - e fé são realmente os ingredientes perfeitos para esta incrível aventura.

Pra não perder este filme é só você procurar os horários e as sessões em que ele está sendo exibido e correr para o cinema mais próximo. Bom filme! 

 

com informações de: Bom Paraná

veja também