Geração metanoia X Geração paranoia

Geração metanoia X Geração paranoia

Atualizado: Terça-feira, 15 Junho de 2010 as 8:55

Quais são as diferenças existentes entre essas duas galeras? Diferente do que você pode ter pensado ao ler título deste artigo, já é bom que se diga logo de cara que "geração paranoia" não são os não cristãos! Apesar de não ser errado incluídos na lista. Afinal de contas quem faz parte desse grupo então? E nós, fazemos parte de qual deles? Pensemos um pouco juntos?

Cada um de nós vive uma tensão entre a metanoia e a paranoia. Breannan Marning faz uma citação interessante do escritor e psicoterapeuta John Heagle, em seu livro, A assinatura de Jesus. Ele escreve que o oposto da conversão é aversão. E o outro lado da metanóia e a paranóia. A paranoia é naturalmente compreendida em termos pscológicos. É caracterizada pelo medo, suspeita e fuga da realidade. Num contexto bíblico ela implica muito mais do que um desequilíbrio mental ou emocional, ela diz respeito a uma atitude de ser, uma postura do coração. A paranóia espiritual é a fuga de Deus e do nosso verdadeiro eu. É uma tentativa de escapar da responsabilidade pessoal. É a tendência de evitar a todo custo o discipulado e buscar uma rota de fuga das exigências do evangelho. [1]

Quem faz parte do time da geração paranóia não gosta de compromisso, descarta qualquer possibilidade de assumir responsabilidades. É um discípulo falsificado. "Está" no corpo de Cristo, mas não "é" desse corpo, fingi ser um membro dele. Quando ouve falar de renuncia, tomar a cruz, abandonar o eu, faz de conta que não é com ele.É triste constatar a realidade "paranóica" da igreja dos nossos dias. É triste constatar que uma minoria se compromete com o evangelho de Cristo, uma minoria se importa realmente com quem Ele é.

O convite da palavra é para que nós façamos parte do time da geração metanóia. Quando Jesus começa a pregar ele apresenta uma palavra desafiadora, uma palavra que requer tomada de decisão: ?arrependei-vos e crede no evangelho. O termo que Ele usa é "Metanoia" que diferente de "paranóia" sugere mudança de mente ou pensamento. Esse era um termo militar, usado nas marchas. Quando um comandante queria que os seus soldados mudassem de direção ele gritava: Metanóia! Essa era a pregação e o convite de Cristo para nós hoje: Mudem de direção!

Porém é bom que se diga que está palavra no original, além de sugerir mudança de direção também convoca-nos para "andar em outra direção". Metanoia olha tanto para trás como para frente! Ela significa passar por uma transformação radical de coração e vida, sofrer uma verdadeira reviravolta. Este é o milagre Bíblico. Portanto, é esta geração que, junto com a Fumap, com as Rumap?s e com as Umap?s, vai amar, ajudar, encaminhar, resgatar, enfim, influenciar vidas. Em qual das duas você está?

Ao ressurreto glória!

[1] MANNING, Brennan. A assinatura de Jesus. São Paulo: Mundo Cristão, 2008, p. 99.

Eleilton William de Souza Freitas é missionário, casado, e graduando em teologia. É líder do Ministério Jovem da Igreja Adventista da Promessa, no bairro de Vila Maria, em São Paulo.

Postado por Juliana Simioni

veja também