Geração Y ocupa 23% das vagas nas melhores empresas para trabalhar

Geração Y ocupa 23% das vagas nas melhores empresas para trabalhar

Atualizado: Segunda-feira, 24 Maio de 2010 as 11:24

No Rio de Janeiro, os profissionais da Geração Y ocupam 23% dos postos de trabalho das Melhores Empresas Para Trabalhar. É o que aponta um estudo realizado pelo Great Place to Work.

Isso significa que, de um total de 36.064 funcionários das 25 empresas fluminenses que integram o ranking, 8.294 são jovens profissionais.

O CEO (Chief Executive Officer) do Great Place Work, Ruy Shiozawa, afirmou que esses jovens são mais exigentes porque almejam mais do que salários e benefícios. "Esses profissionais são parte de uma geração movida a desafios contínuos. A mensagem que passam aos gestores é a de que o comprometimento e a permanência na empresa estão estreitamente ligados à capacidade de inovação da organização", disse.

Ele acrescentou ainda que construir um ambiente em que a hierarquia não seja sinônimo de burocracia profissional é uma característica importante para as empresas que desejam atrair talentos dessa geração.

Empresas que mais empregam jovens

Na análise da edição de 2009 da pesquisa, a empresa Biruta Mídias Mirabolantes é um dos destaques entre as organizações que mais empregam jovens, com 71% dos cargos ocupados por profissionais com até 25 anos de idade.

Já o McDonald´s tem mais de 90% do quadro de funcionários ocupado por jovens. Outra empresa que emprega mão-de-obra jovem é a Kaizen, que implementou em parceria com o poder público um programa diferenciado para formar talentos.

Maior empregador de jovens no Brasil

O maior empregador de jovens no Brasil é o McDonald´s, com mais de 30 mil funcionários da Geração Y, sendo que a maioria dos profissionais tem a primeira experiência profissional na empresa.

Entre as práticas diferenciadas de gestão de pessoas da empresa, destaca-se o Recrutamento Centralizado por Perfil, instrumento de contratação destinado a auxiliar o gerente de restaurante responsável pelo processo a recrutar jovens com o perfil mais condizente com a cultura organizacional e com o ambiente de trabalho do restaurante.

No nível gerencial, quando o objetivo é atrair, formar e reter jovens talentos com potencial para gerir os restaurantes e desenvolver uma futura carreira na empresa, é aplicado o programa de trainee.

Profissionais de TI

Já na Kaizen, que tem 26% das vagas ocupadas por jovens, o destaque é o Programa de Formação de Talentos, destinado à identificação de capacitação profissional de jovens talentos. O objetivo é incrementar a formação de profissionais de TI (Tecnologia da Informação), área que demanda profissional qualificado, mas com pouca oferta local.

O programa é realizado em parceria com a Prefeitura Municipal de Indaiatuba, e a iniciativa consiste no fornecimento de bolsas de estudo profissionalizantes totalmente gratuitas com cursos com duração média de três meses - realizados aos sábados por instrutores da Kaizen. Além da bolsa, os integrantes do programa têm a possibilidade de serem contratados pela empresa, que já contratou 30% dos jovens formados.

Por: Karla Santana Mamona

veja também