Goleiros mirins contam como enfrentam os desafios da posição

Goleiros mirins contam como enfrentam os desafios da posição

Atualizado: Quarta-feira, 14 Setembro de 2011 as 8:43

Ser goleiro não é fácil. Esse jogador é solitário, precisa estar sempre atento e lida com a pressão o tempo todo. Tem que se esticar, saltar, agarrar a bola, tudo ao mesmo tempo.

Para pegar no gol, precisa ter coragem. "Quando levo gol, tento não abaixar a cabeça", fala Giovani Guidolin, 11, que treina na Escola de Goleiros Camisa 1, em Americana (SP).

"É difícil admitir o erro, mas o futebol ensina que você não pode se achar bom o tempo todo", diz Thiago Giannella, 11, aluno da academia Fechando o Gol, em São Paulo.

PAPO DE QUEM ENTENDE O goleiro Marcos, do Palmeiras, também conversou com a Folhinha sobre os desafios da posição. "Sabe aquela bola que vem com muita força e bem colocada? Então, o bom goleiro é aquele que defende bolas impossíveis", diz.

Marcos acha que o goleiro é um "estraga-festa". "O gol é o grande momento do futebol e você está lá para evitá-lo", completa.  

JOGO RÁPIDO Para serem profissionais, os meninos precisam enfrentar muito treino. Mas não é só isso. No clube Pequeninos do Jockey, o lema é "Bom de bola, melhor na escola". "Se você não tirar notas boas, não pode jogar", fala Pedro Gomes, 11. Mateus Stahanod, 8, concorda: "Ser goleiro me ajuda na escola. Você tem que pensar rápido".

Carlos dos Santos, 12, passou por uma peneira (prova de avaliação) no São Paulo e agora está no time sub-13, para menores de 13 anos. "Um grande time começa com um grande goleiro", diz.

DE OLHO NO FUTURO Yara Siqueira da Costa, 11, sempre gostou de observar os goleiros pulando. "Resolvi experimentar também." Ela estuda na Escola de Goleiros Camisa 1 há três anos e, segundo o treinador Vande Batistella, é muito talentosa.

Yara conta que sonha em ser goleira da seleção brasileira e também quer jogar fora do país. "Admiro a goleira da seleção dos Estados Unidos [a Hope Solo]", fala.

Diz que nunca sofreu preconceitos por parte dos colegas de campo por ser menina. "Acho que a minha evolução vai ser mais rápida, porque defendo chutes de meninos, e eles são mais fortes", comenta.

6 GRANDES GOLEIROS

Gordon Banks

Inglês, na Copa de 1970 se esticou todo para deter uma cabeçada de Pelé. Foi a maior defesa da história.

Gylmar dos Santos

Maior goleiro brasileiro, foi campeão mundial pelo Santos (1962 e 1963) e pela seleção (1958 e 1962).

Lev Yashin (1929-1990)

O "Aranha Negra" defendeu a União Soviética em quatro Copas. É considerado o melhor goleiro de todos os tempos.

Sepp Maier

O alemão disputou quatro Copas e ganhou uma. Escreveu o livro "Aprenda com o Melhor Goleiro do Mundo".

Iker Casillas

Principal arqueiro da atualidade, o espanhol ganhou o prêmio "Luva de Ouro" na última Copa, e sua seleção foi a campeã.

Rogério Ceni

O goleiro do São Paulo já entrou em campo mil vezes com a camisa do clube. Marcou mais de cem gols na carreira.    

veja também