Grafiteiro carioca deixa sua marca em painéis de igreja em Araçatuba

Grafiteiro carioca deixa sua marca em painéis de igreja em Araçatuba

Atualizado: Sexta-feira, 6 Maio de 2011 as 1:41

Lata e criatividade para colorir desenhos e letras com diferentes formas. Essas são as únicas ferramenta e habilidade necessárias, respectivamente, para o desenvolvimento do grafite: a arte criada na rua e que tem ganhado espaço em galerias do Brasil e do mundo, além de espaços internos.

Diferentemente da pichação, considerada como prática de vandalismo e de difícil remoção, o grafite transmite informação, atuando também na renovação de espaços públicos e sendo ainda capaz de impactar o pedestre com seus traços coloridos e nem sempre uniformes.

O grafiteiro carioca Marcelo Eco é um dos responsáveis pela valorização artística do grafite no Brasil e no mundo. Pioneiro no exercício da arte no Rio de Janeiro, o artista já empregou suas técnicas em trabalhos para empresas nacionais e internacionais como Gatorade, dos Estados Unidos, Sony e Nike, além de ter trabalhos expostos em galerias de Madri, na Espanha, Argentina, França e no Rio de Janeiro, como o Espaço Constituição, Centro Cultural da Justiça Federal, Palácio do Catete e o Museu de Arte Moderna em Niterói.

Pela segunda vez em Araçatuba, Eco deixou na cidade o seu maior trabalho de grafite em um espaço interno. Contratado novamente pela Igreja Comunidade Evangélica, ele grafitou em duas semanas e meia 12 painéis do ambiente idealizado para acomodar crianças de até cinco anos de idade.

veja também