Internet e televisão: mais de 40% dos brasileiros navegam na web enquanto assistem tv

Mais de 40% navegam na web enquanto assistem tv

Atualizado: Terça-feira, 26 Junho de 2012 as 12:40

Boa parte dos brasileiros tem o hábito de assistir à televisão ao mesmo tempo em que usam ainternet. De acordo com o estudo Social TV, divulgado pelo Ibope Nielsen Online nesta segunda-feira (25), um em cada seis brasileiros navega na web enquanto assiste televisão.

De acordo com os dados, dos que adotam essa postura, 59% fazem todos os dias, 13% de 4 a 6 vezes por semana, 20% de 2 a 3 vezes por semana e 7% uma vez por semana ou menos. A pesquisa foi realizada em 13 regiões metropolitanas e com pessoas de 10 anos ou mais de idade, entre os dias 13 e 29 de fevereiro de 2012.

Jovens e adolescentes

A pesquisa também mostrou que os jovens, principalmente entre 20 a 24 anos, são os que mais assistem à televisão junto com a internet. E os adolescentes, de 15 a 19 anos, são os que mais comentam sobre a televisão na internet.

A internet parece ser uma importante aliada no consumo, isso porque mais de 70% das pessoas que fazem o consumo simultâneo da tv e da internet, afirmam que procuram na rede informações sobre o que está sendo mostrado na TV. Ainda, 80% admitem ter ligado a TV ou trocado de canal motivados por uma mensagem recebida pela internet.

De acordo com o relatório, “noticiários, novelas, filmes e esportes são os programas mais assistidos na televisão por aqueles que estão conectados também na internet sendo que 29% dos consumidores simultâneo têm o hábito de comentar e são as novelas o principal tema de interesse”.

Dispositivos tecnológicos

Os computadores de mesa são os mais usados pelos telespectadores que comentam sobre novelas na internet, enquanto o notebook, o smartphone e até o celular conectado têm mais afinidade com os que comentam sobre telejornais, esportes e realities.

“O consumo simultâneo de televisão e de internet mostra que não há abandono de um meio em prejuízo do outro e que há a oportunidade de explorar a grande afinidade que os brasileiros têm pelos dois meios”, comenta o analista de mercado do Ibope Nielsen Online, José Calazans.

veja também