Internet não parece ser rival de namoros

Internet não parece ser rival de namoros

Atualizado: Sexta-feira, 3 Junho de 2011 as 2:30

A internet não parece afetar tanto a vida amorosa de alguns casais quanto se imaginava. A Intel Brasil realizou uma enquete que revela que o computador não é grande causador de ciúmes. Muito tempo de conexão do parceiro pode causar alguma pulga atrás da orelha e levá-los a bisbilhotar, mas não incomoda mais da metade dos namorados que participaram da pesquisa. Para cerca de 60% dos entrevistados acredita que navegar junto deixa o casal unido.

A enquete online foi aplicada durante três dias do mês de maio, com mais de 450 internautas brasileiros. Os resultados revelaram que só 23% dos entrevistados sentem ciúmes da namorada/o quando ela/e passa muito tempo no computador. E 30% deles admitem que xeretam a vida online do namorado/a, sendo que 13% tem todas as senhas do parceiro/a, enquanto 17% o fazem com cuidado para não serem descobertos. Só 34% são totalmente contra a invasão de privacidade e alegam não tomar essa atitude em hipótese alguma.

Outro dado curioso: a maioria dos internautas considera a Internet uma ferramenta excelente para manter um relacionamento, encurtar distâncias e matar as saudades, mas nem todos concordam com a paquera online: 54% não acreditam que a Internet serve para procurar um novo amor e 42% considera esse tipo de busca ruim. O motivo é a impessoalidade e a dificuldade em conhecer a pessoa de verdade. O primeiro contato ainda deve acontecer no mundo real. Apenas 8% são ferrenhos defensores da paquera virtual.

veja também