Investidor do Facebook paga a jovens para deixar faculdade

Investidor do Facebook paga a jovens para deixar faculdade

Atualizado: Sexta-feira, 27 Maio de 2011 as 9

ue tal abandonar a faculdade para se dedicar exclusivamente a uma ideia inovadora durante dois anos e, de quebra, receber US$ 100 mil para investir no negócio?

Esta é a proposta que Peter Thiel, co-fundador do PayPal e investidor do Facebook, fez a um grupo de 24 jovens com menos de 20 anos que foram convidados a integrar a primeira turma do programa Thiel Fellows.

Além da verba, eles contarão com o apoio do respeitado investidor para criar um novo negócio na área de tecnologia. Mais de 400 jovens de diversos países se candidataram às vagas.

Entre os selecionados, estão Laura Deming, de 17 anos, que está desenvolvendo terapias contra o envelhecimento e John Burnham, de 18 anos, que está trabalhando em tecnologias para extrair minerais de asteroides e cometas.

Os projetos aprovados incluem biotecnologia, carreira, desenvolvimento, economia, energia e robótica. Depois de concluírem o programa, os jovens podem optar por voltar para a faculdade.

"Esperamos que eles ajudem jovens de todas as partes a perceber que você não precisa de credenciais para lançar uma companhia que rompa com o status quo", disse James O’Neill, responsável pela organização, em comunicado oficial.

Apesar de propor aos jovens que encarem o empreendedorismo como uma alternativa à faculdade, Thiel não é contra a experiência acadêmica. Ele conclui a graduação em Filosofia na Univerdade de Stanford e ocasionalmente dá cursos na Stanford Law School, onde fez sua pós-graduação.

Depois de fundar e vender o PayPal ao Ebay, o empreendedor fundou outra empresa e criou dois fundos para investir em empresas de tecnologia. Além de investidor do Facebook, Thiel é membro do conselho da companhia.

Por: Daniela Moreira

veja também