Jovem brasileiro vencedor do Oscar do Twitter: 'Nem acreditei'

Jovem brasileiro vencedor do Oscar do Twitter: 'Nem acreditei'

Atualizado: Quinta-feira, 31 Março de 2011 as 7:58

"Gostei muito de ter vencido o Shorty Awards. Acho que vai ser um diferencial na minha vida porque é um prêmio internacional,. Representei o Brasil nesse prêmio do Twitter estou muito feliz com isso. Nem acreditei". Foi assim que o adolescente Rene Silva Santos, 17 anos, vencedor do "Oscar" do Twitter na segunda-feira (28), comentou a conquista à reportagem do G1.

O jovem que obteve destaque ao relatar em tempo real no microblog o que acontecia durante a invasão da polícia no Complexo do Alemão, em novembro de 2010, foi um dos brasileiros vencedores do Shorty Awards na categoria "inovação". Ele esteve em São Paulo na quarta-feira (30) onde foi um dos palestrantes do evento Think Infinite with Google.

"Estava em um evento na segunda-feira e uma menina me deu parabéns. Sem saber de nada, perguntei sobre o que era e ela falou [do Shorty Awards]. Peguei o iPhone dela emprestado e comecei a tuitar para as pessoas", conta. "Até o [jornalista] William Bonner me deu parabéns no Twitter".

"Eu até divulguei para as pessoas votarem em mim, mas a galera que fez uma campanha para eu poder vencer". Ele obteve 427 votos no Shorty Awards.

Rene, ao lado do jornalista Pedro Doria, foi um dos palestrantes do evento Think Infinite with Google, realizado em São Paulo na quarta-feira (30)

Além de sua conta pessoal no Twitter, que tem mais de 15 mil seguidores, Rene administra a conta do jornal comunitário "Voz da Comunidade", que possui 48 mil seguidores. "O Twitter, para mim, é uma ferramenta de trabalho importante que as pessoas devem saber usar da maneira correta para fazer a diferença", explica. "Sinto a responsabilidade de transmitir a informação. Temos que ver o que vai ser falado e, por isso, conversamos antes para saber o vai ser publicado".

Depois do prêmio, ele conta que pretende terminar os estudos e cursar faculdade de jornalismo. Além disso, ele pretende continuar com o jornal comunitário e quer montar um complexo de jornalismo no Morro do Adeus, uma das 12 comunidades do complexo do Alemão. "Em abril, vamos lançar 5 mil cópias do jornal e ele será colorido", comemora.

Com o Twitter, seu objetivo vai além: "Acho que o que conseguimos dar inspiração os jovens a seguir bons exemplos, não apenas querer ser um traficante. Os jovens tem o poder de mudar o mundo e mudar a sociedade".

Por: Gustavo Petró

veja também