Jovens americanos se sentem confiantes por usaram redes sociais

Jovens americanos se sentem confiantes por usaram redes sociais

Atualizado: Sexta-feira, 11 Novembro de 2011 as 9:10

As pessoas são cruéis. Sabemos disso, não? Uma pesquisa sobre o comportamento de usuários adolescentes no Facebook comprova a primeira afirmação dessa nota – e mais: somos mais cruéis quando armados de um teclado e conexão com a internet.

A Pew Research Center realizou uma pesquisa com adolescentes estadunidenses entre 12 e 17 anos e publicou os resultados nessa quarta-feira, 9.

Segundo o levantamento, 12% dos adolescentes entrevistados já foram vítimas de bullying virtual, enquanto 8% afirmam já sofrerem abusos físicos e/ou psicológicos durante o último ano. Entretanto, a maioria dos entrevistados, 69%, disse que seus colegas de redes sociais são, na maioria das vezes, educados.

Entretanto, 9 entre 10 adolescentes confirmam que já testemunharam atos de crueldade entre pessoas em redes sociais como o Facebook. 12% dizem que “presenciam” bullyings virtuais frequentemente nessas redes.

Em outra pesquisa recente feita pela MTV americana, os outro número envolvendo adolescentes: 56% dos entrevistados disseram que já sofreram algum tipo de abuso em alguma rede social.

Mas apesar da crueldade testemunhada por todo mundo pelos adolescentes, eles gostam e se sentem bem quando interagem com amigos pelo Facebook. 70% dos entrevistados na pesquisa realizada pela PEW afirmaram que consideram positivo por terem uma conta no site. Eles disseram que se sentem mais confiantes, mais contentes e mais próximos dos amigos.

veja também