Jovens deixam carreira em empresas para investir em entretenimento

Jovens deixam carreira em empresas para investir em entretenimento

Atualizado: Quarta-feira, 21 Setembro de 2011 as 10:42

Um grupo de amigos bem-sucedidos, na casa dos 30 anos, resolveu apostar no sonho de desenvolver o próprio negócio e criou uma empresa que fatura R$ 75 milhões por ano.

O A.Life Entertainment Group, empresa de capital fechado de private equity na área de entretenimento, foca no público "A", com casas modernas e luxuosas.

Uma das baladas mais famosas da empresa é a Kiss and Fly, localizada no mesmo prédio da loja Daslu, um dos endereços mais caros de São Paulo.

O grupo formado por quatro gestores e 43 investidores atende 70 mil pessoas por mês nas cidades de São Paulo e Florianópolis, segundo dados da empresa.

Para o sócio e gestor do A.Life, Gustavo Araújo, 29, somente com muito planejamento foi possível largar a estabilidade do emprego em uma grande multinacional.

"Não é fácil você largar a estabilidade do emprego. Mas formamos um grupo de empreendedores que viram uma grande oportunidade. Sempre tivemos certeza de que daria certo", disse.

Para Araújo, existe uma grande demanda no setor de luxo, mas é necessária muita dedicação, além de uma equipe capacitada e motivada.

Entre os planos da empresa, está atuar em capitais como Rio de Janeiro e Belo Horizonte, além de cidades com até 500 mil habitantes.

"Nossa estratégia é continuar crescendo e exercendo o papel de consolidadores da indústria de entretenimento no país. Nos preparamos muito antes de investir, analisando o mercado e as oportunidades. Nosso plano é dobrar o faturamento em um ano", disse.

A chegada de grandes eventos ao país nos próximos anos (como a Copa de Mundo e as Olimpíadas) aumenta ainda mais certeza do grupo de investidores no sucesso do negócio.

"O Brasil está no foco do mundo. Existe uma demanda muito grande por eventos de qualidade e casas que possam atender clientes exigentes. Nós estamos preparados para crescer neste mercado", declarou Araújo.

veja também