Jovens elevam fatia no crédito habitacional

Jovens elevam fatia no crédito habitacional

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 11:06

Mais confiantes na permanência no emprego e no aumento da renda ao longo da vida, a decisão dos consumidores de comprar a casa própria mais cedo já está influenciando o perfil da carteira de crédito habitacional dos grandes bancos no país, informa a reportagem de Tatiana Resende públicada na Folha.

Na Caixa Econômica Federal, líder em financiamentos, os clientes com até 30 anos respondiam por 35% dos contratos novos assinados em 2007, considerando a idade na data de assinatura do documento. No ano passado, já eram 39%.

Carlos Pedroso e Tatiane Caresi compraram o apartamento antes dos 30 anos devido às facilidades de crédito

No Bradesco, a fatia nos novos contratos mais que dobrou nesse período, chegando a 16% no ano passado. "Essa participação vai crescer ainda mais", prevê Claudio Borges, diretor de crédito imobiliário do banco, ressaltando que todas as faixas são importantes, mas quanto mais cedo conseguir fidelizar um cliente, melhor.

No Santander, a fatia nos contratos novos foi de 16,5% para 17,8%. "É mais fácil fidelizar clientes quando você entende o momento de vida dele e oferece o produto certo", afirma a superintendente de negócios imobiliários, Nerian Gussoni.

veja também