Jovens estão entre maioria dos empreendedores individuais

Jovens estão entre maioria dos empreendedores individuais

Atualizado: Terça-feira, 12 Julho de 2011 as 8:57

Mulheres e jovens são a maioria dos empreendedores individuais no Brasil, segundo levantamento do Sebrae divulgado nesta segunda-feira (11). Eles são a maior parte dos 10.585 entrevistados, entre 9 de maio e 17 de junho,em todo o país presentes neste tipo de empreendimento.

Dos quase 1,1 milhão de empreendedores individuais formalizados até maio deste ano, 45% são mulheres. As microempresárias representam um número bem abaixo, com 29% deste total. A diferença entre as duas categorias é o faturamento mensal – enquanto as empresas individuais faturam até R$ 36 mil por ano, as microempresas têm lucros de até R$ 240 mil anuais.

O perfil da atividade de uma e outra também é diferente. Empreendedores individuais atuam de maneira mais heterogênea que as microempresas, concentradas no comércio. Eles trabalham com serviços (33), na indústria (18%) e construção civil (4%).

Lojas de roupas e acessórios, salões de cabeleireiro, lanchonete, casas de chá, de sucos, minimercados, mercearias e empresas de estética são algumas das atividades exercidas pela categoria. Do total de negócios, 87%  não possuem empregados formais e a maioria está intalado no mesmo endereço residencial do proprietário.

Atrás dessa formalização do negócio próprio, além das mulheres, estão os jovens – o estudo mostra que 61% dos empreendedores individuais têm menos de 39 anos e, de cada 100, 12 têm menos de 24 anos. Nas microempresas, eles representam 41% e apenas um em cada 100 possui até 24 anos.

De acordo com o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, "os resultados mostram que o principal motivo para o empreendedor se formalizar é a vontade de legalizar seu empreendimento, o que era impossível antes da criação da figura jurídica do empreendedor individual".

Qualificação

Os microempresários possuem mais qualificação que os empreendedores individuais – de cada 100 trabalhadores à frente de empresas individuais, 83 têm no máximo ensino médio ou técnico. Apenas 8% passaram pelo ensino superior ou possuem diploma universitário e só 1% possui pós-graduação.

A maior parte dos trabalhadores com este perfil e que formalizaram seu negócio como uma empresa individual são das regiões Sudeste e Nordeste, seguidas da Sul, Norte e Centro-Oeste.

veja também