Jovens trocam balada por conferência em Belém

Jovens trocam balada por conferência em Belém

Atualizado: Terça-feira, 24 Maio de 2011 as 4:19

Sábado à noite é o dia em que jovens do Brasil inteiro se reúnem para pegar um cinema, bater um papo com os amigos e, principalmente, ir para uma balada. Porém, para uma parte deles, é dia de lembrar das mazelas da humanidade e tentar serem pessoas melhores. É o caso de centenas de jovens que participaram da conferência "Jovens Rumo ao Centenário", que a igreja Assembleia de Deus promoveu no último sábado, no templo central da igreja em Belém, na avenida Governador José Malcher.

Mas, afinal, o que os leva a um templo religioso justamente em uma fase que costuma ser de rebeldia ao ser humano? Para Júnior Luz, de 26 anos, favorece ter vários amigos que frequentam o templo. "A ideia é de comunhão, até mesmo para trocar experiências sobre coisas que acontecem no dia a dia. A maioria dos meus amigos é daqui, pois frequento o local desde pequeno. É bom para debater temas como a violência física, moral, além de coisas que podem ser um perigo nessa idade, como as drogas".

Tatiana Rodrigues, de 33 anos, afirmou que já passou todas as fases possíveis frequentando o templo. "Fui criada na igreja. Tem a fase que a gente vem porque os pais mandam, depois vem a outra, que é porque você quer se enturmar. Aí chega uma hora que a gente se entende como identidade cristã". Hoje, ela afirma que o encontro dos jovens é uma necessidade. "Preciso amar os outros e me sentir amada. E é muito legal saber que podemos mudar a vida de outras pessoas que estão passando por dificuldades. É gratificante, até porque é uma forma de divertimento saudável", ressaltou.

Amiga de Tatiana, Juliana Marques, de 22 anos, quis frequentar o templo desde os 14 anos. "O que me impulsionou foi a necessidade de buscar algo que eu não encontrava em outros lugares. O legal é que o grupo reflete em outras pessoas que nem são do meio, pois viramos pessoas mais tolerantes", afirmou. Segundo ela, existem também reuniões informais nas casas de amigos do culto. "É bem legal, pois conversamos abertamente sobre vários assuntos polêmicos nessa idade, como sexo, relacionamento, amizade, drogas..."

A ideia da conferência é difundir temas como evangelismo, cruzadas evangélicas nos bairros e fomentar o encontro de jovens com Cristo. "Para os jovens, nós trabalhamos com moradores de rua, orações, palestras e oficinas", disse o responsável pela conferência, pastor Kléber Almeida, que atua como coordenador da Missão Jovem da Assembleia de Deus.

A conferência iniciou às 19h e teve como atrativo a mais a participação de uma banda gospel. O evento também faz parte da programação do centenário de fundação da Assembleia de Deus no Pará. Faltando menos de duas semanas para a celebração, a igreja-mãe espera receber pessoas de todas as partes do mundo.

CENTENÁRIO

O ponto alto das comemorações ocorrerá entre os dias 16 a 18 de junho, com eventos no Hangar Centro de Convenções, de dia, e no Mangueirão, à noite. Nos três dias, haverá cultos especiais com o evangelista Reinhard Bonnke, a missionária Helena Raquel e o pastor Silas Malafaia, além de pregadores nacionais e internacionais. (Diário do Pará)

veja também