Jovens usam cada vez mais a "net" na hora de comprar carro

Jovens usam cada vez mais a "net" na hora de comprar carro

Atualizado: Quarta-feira, 9 Março de 2011 as 9:05

Embora a tradicional visita ao stand de automóveis seja a principal via utilizada pelos europeus com mais de 50 anos (57%) para obter informações, é essencialmente através da internet e, mais especificamente, da página oficial dos construtores automóveis que os indivíduos com menos de 30 anos procuram informações: 67% contra 31% nos indivíduos com mais de 50 anos.

De acordo com dados revelados pelo Caderno Automóvel do Observador Cetelem, que nesta 5.ª edição analisa as tendências dos jovens no mercado automóvel, no caso específico de Portugal, a percentagem de jovens que privilegia a internet como canal de pesquisa de informação de eleição na hora de comprar carro, chega aos 71% contra 32% nos indivíduos com mais de 50 anos.

A consulta de brochuras sobre automóveis é o segundo canal escolhido pelos jovens portugueses para consulta de informação sobre o automóvel que pretendem.

Em terceiro lugar surge a visita a salões dedicados ao automóvel com 33%.

Em último lugar e com apenas 11% dos jovens a referir esta opção, encontra-se a visita ao stand. A percentagem deste canal é idêntica entre os indivíduos com mais de 50 anos, ainda que nesta faixa etária em último lugar se encontre a pesquisa de informação em blogues e fóruns na Internet (4%).

Portugal, Polónia, Espanha e Reino Unido são os países europeus onde os sites dos construtores automóveis são mais visitados pelos jovens, com cerca de três quartos dos indivíduos com menos de 30 anos a visitarem estas páginas antes de comprar o seu automóvel.

De um modo geral, os jovens polacos são os que mais recorrem à Internet, não só para visitar as páginas oficiais dos construtores, mas também para consultar sites independentes e fóruns.

Já os jovens franceses, em contrapartida, recorrem menos à Internet e, à semelhança dos jovens italianos, privilegiam o contacto directo com o vendedor.

Maior procura deve-se à menor experiência

Seja através da Internet, de revistas especializadas ou de visitas a feiras de automóveis ou stands, os indivíduos com menos de 30 anos demonstram procurar mais informações, devido em parte ao facto de possuírem menos experiência que os mais velhos em relação ao mundo automóvel: só 15% afirmam possuir bons conhecimentos, contra 25% nos indivíduos com mais de 50 anos. Os jovens também consultam sites independentes (28% contra 15%) e procuram obter conselhos e opiniões de outros internautas através de blogues ou fóruns (18% contra 5%).

As análises económicas e de mercado do Caderno Automóvel do Observador Cetelem 2011, bem como as previsões, foram realizadas em colaboração com o Instituto de estudos e de consultadoria BIPE (www.bipe.com). No total foram inquiridos 4.800 europeus, divididos em sub populações representativas dos grupos etários de cada país.

veja também