Microsoft anuncia compra da Skype por R$ 14 bilhões

Microsoft anuncia compra da Skype por R$ 14 bilhões

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 11:35

A Microsoft confirmou hoje as negociações para compra da Skype Technologies por US$ 8,5 bilhões (R$ 13,7 bilhões) em dinheiro. Este é o mais agressivo investimento da Microsoft na convergente indústria de comunicação, informação e entretenimento.

Ao adquirir a Skype, que conecta milhões de pessoas no mundo por meio de telefonia e vídeo baseada na internet, a Microsoft deve ampliar o espaço de seu já conhecido nome na internet, em um momento em que encontra dificuldades para acelerar seus negócios no mercado de consumo.

"Skype é um serviço fenomenal, amado por milhões de pessoas no mundo", disse o executivo chefe da Microsoft, Steve Ballmer. "Juntos criaremos o futuro da comunicação em tempo real, de modo que as pessoas possam facilmente se conectar com suas famílias, amigos, clientes e colegas em qualquer parte do mundo."

A Skype será uma nova divisão de negócios da Microsoft e o CEO da Skype, Tony Bates, assumirá o cargo de presidente da divisão Microsoft Skype, reportando-se diretamente a Ballmer.

A Microsoft tem investido pesadamente em marketing e em tecnologia de seu site de busca Bing. Embora tenha obtido algum avanço em relação ao ano passado, o mercado de busca na internet segue dominado pelo Google, que agrega mais de 65% do mercado de buscas nos Estados Unidos.

O negócio com a Skype está próximo da maior aquisição já feita nos 36 anos de história da Microsoft, companhia que tem estado longe de grandes aquisições. Em 2007, a Microsoft pagou cerca de US$ 6 bilhões para adquirir a empresa de publicidade online aQuantive.

Muitos dos atuais e ex-executivos da Microsoft acreditam que a companhia pagou um preço exorbitante no negócio. Mas observam que a empresa abandonou uma proposta para a compra do Yahoo! por US$ 48 bilhões e que, atualmente, a empresa está avaliada por um valor que corresponde a metade dessa oferta.

Valorização

O valor da aquisição da Skype mostra a valorização da empresa desde seu lançamento, em 2003, por Niklas Zennstrom por Janus Friis, dois dos criadores da tecnologia de partilha de arquivos conhecido por Kazaa e que acabou ficando associada à pirataria.

Inicialmente popular somente entre os tecnólogos, o Skype caiu no gosto popular ao oferecer chamadas telefônicas baratas ou sem custo, atraindo especialmente os usuários de chamadas internacionais.

Quando a eBay adquiriu a empresa em 2005, por US$ 2,6 bilhões em dinheiro e ações, a Skype era considerada um experimento, pelo qual os clientes do eBay poderiam utilizar o serviço para se comunicar sobre potenciais negócios de compra e venda de produtos oferecidos pelo site.

A experiência não foi bem sucedida e, em 2009, a eBay vendeu 70% da Skype para um grupo de investidores de tecnologia, incluindo a empresa Silver Lake Partners, as empresas de venture capital Index Ventures e Andreessen Horowitz e um plano previdenciário do Canadá, que obterá um bom retorno com a transação fechada agora com a Microsoft.

A história financeira da Skype tem sido inconstante. Nos oito anos desde que foi fundada, produziu baixo lucro. No ano passado, obteve receita de US$ 860 milhões e US$ 264 milhões em lucro operacional. Ainda assim, terminou com um prejuízo líquido de US$ 7 milhões. Até 31 de dezembro de 2010, a companhia tinha uma dívida de longo prazo de US$ 686 milhões.

Em agosto do ano passado, a empresa entrou com documentação para abrir seu capital e ter ações na bolsa, mas os planos foram congelados com a chegada do executivo Tony Bates ao comando da empresa. As informações são da Dow Jones.

veja também