Mundial Juvenil de Atletismo tem 1.385 adolescentes de 175 países

Mundial Juvenil de Atletismo tem 1.385 adolescentes de 175 países

Atualizado: Quarta-feira, 6 Julho de 2011 as 4:39

A partir desta quarta-feira, 1.385 atletas de 16 e 17 anos - dos quais 760 meninos e 625 meninas de 175 países - estarão competindo por medalhas e pelo futuro no atletismo.

Tradicionalmente, o Mundial Juvenil tornou-se um trampolim para gerações de atletas. Usain Bolt, o homem mais rápido do planeta, foi campeão mundial juvenil em 2003, em Sherbrooke, com 20s40 na ocasião - aos 16 anos. Dois anos antes, aos 14, tinha ficado em quinto na mesma prova no Mundial de Debrecen, com 21s73. Hoje, aos 24, o jamaicano tem o recorde mundial nessa prova (19s19), além do ouro no Mundial e nas Olimpíadas.

No Mundial Juvenil, eles assumem o posto de protagonistas e esperança de recordes nas pistas e no campo. A competição em Lille será a de maior número de participantes até hoje na categoria.

O recorde anterior foi na edição de 2009, em Sudtirol, na Itália, com 1.285 inscrições.

Em 2005, na cidade marroquina de Marrakech, com 1.250 competidores de 177 países, surgiram expoentes que brilharam, na sequência, nos torneios adultos. É o caso de Dani Samuels, da Austrália, ouro no lançamento de disco e bronze no arremesso de peso. Em 2009, em Berlim, faturou o ouro no disco no Mundial adulto.

Ryan Brathwaite, de Barbados, chegou ao topo no Mundial de Berlim na prova dos 110m com barreiras. Na edição juvenil de 2005, em Marrakech, tinha sido prata na disputa.

O SporTV2 transmite o Mundial Juvenil de Atletismo, nesta quarta-feira, a partir das 11h (de Brasília), com narração de Cláudio Uchôa e comentários de Lauter Nogueira.

veja também