Namoro segundo a vontade de Deus - A vida cristã

Namoro segundo a vontade de Deus - A vida cristã

Atualizado: Quarta-feira, 11 Abril de 2012 as 1:48

Este é o mais um post sobre o tema “Namoro segundo a vontade de Deus”. Já tratamos da questão da escolha e também do propósito. Vamos pensar, neste texto, sobre a nossa vida cristã.

Todo cristão tem um objetivo em sua caminhada: agradar a Deus. Sobre ele, Paulo disse aos irmãos de Corinto: ...seja comendo, seja bebendo, seja fazendo qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus (1 Co 10:31).

Paulo está tratando de um assunto complicado neste capítulo, desta carta endereçada aos crentes daquela cidade. Mathew Henry (2008, p. 473), afirma que ele aproveita a ocasião para estabelecer uma regra geral para a conduta dos cristãos e aplicá-la a este caso particular. Ele ensina que o nosso alvo deve ser a glória de Deus, sempre! Veja a ênfase que Paulo dá: ...tudo para a glória de Deus.

“Tudo” o que formos fazer (e isso inclui o namoro), devemos antes perguntar “Deus será glorificado? Antes de participar desta atividade, poderei curvar a cabeça e pedir que o Senhor seja engrandecido por meio daquilo que estou prestes a fazer?” (Macdonald, 2008, p. 508).

Como cristão, devo fazer tudo para glória de Deus. Tenho uma responsabilidade. Então, a questão então, não é encaixar minha vida cristã com meu namoro, mas meu namoro à minha vida cristã. Muitos pensam que orar no namoro é “caretice”; meditar na palavra então... Todavia, não se engane! Quem não tem tempo para isso no namoro, não terá também no casamento. Se Deus não é glorificado no namoro, não será também no casamento.

Não descuide de sua vida cristã na época do namoro. Se isto começar acontecer, isto é, se por causa do namoro você não tiver mais tempo para orar, ler a palavra, frequentar a igreja, então, este é um sinal de alerta. Seu namoro pode não estar sendo “segundo a vontade de Deus”. Pense nisso.

Por Eleilton Freitas

 

veja também