Novidades do Facebook prometem 'prender' usuários

Novidades do Facebook prometem 'prender' usuários

Atualizado: Segunda-feira, 3 Outubro de 2011 as 3:46

O Facebook começou na sexta-feira a revelar mudanças significativas em seu site, uma decisão que, segundo observadores, não apenas vai alterar profundamente a interação de seus 800 milhões de usuários, mas também fará com que eles continuem retornando a essa rede social nas próximas décadas.

As mudanças chegam ao "coração" da experiência do usuário do Facebook, disse seu criador, Mark Zuckerberg, na conferência anual de programadores do site, em San Francisco, Califórnia.

A nova Timeline --uma linha do tempo que permite ao usuário apresentar um resumo de sua vida--, revelada na semana passada por Zuckerberg, também deverá surpreender os usuários, que reagiram nos últimos anos a mudanças ou ajustes menores no site.

Rick Marini, presidente da BranchOut, rede social profissional para o Facebook, que assegura ter milhões de usuários, elogiou na conferência a forma como o site conseguiu construir um modelo duradouro.

"Se a Timeline se tornar uma parte importante das suas vidas, seu diário, o Facebook talvez tenha prendido os usuários pelos próximos 20 anos", disse Marini na última quarta-feira. "Se é no Facebook que tudo acontece --todas as suas fotos, os seus vídeos, tudo o que você já fez--, você nunca vai abandoná-lo."

Segundo Zuckerberg, o principal objetivo de sua equipe "é criar um lugar em que o usuário se sinta em casa", o que levou o analista da Forrester, Sean Corcoran, a sugerir que o Facebook "está se posicionando não apenas como o seu gráfico social on-line, mas também como a sua vida on-line".

Pete Cashmore, fundador do influente blog tecnológico Mashable, antecipou nesta semana a resposta que se esperava dos usuários, em um artigo para o site CNN.com com o título "Você terá um ataque quando vir o novo Facebook".

A princípio, explicou Cashmore, os milhões de usuários que acessam o site diariamente ficarão irritados. Mas quando virem sua vida descrita em uma única e organizada página, perceberão que o Facebook "criou algo tão notável que você nem reconheceu à primeira vista: uma rede social significativa", apostou.

Os observadores veem um claro desafio ao Google, onipresente gigante das buscas na internet, uma vez que Zuckerberg explicou que o site que lançou de dentro de seu dormitório na Universidade Harvard em 2004 busca ser o centro de convergência da internet.

A Timeline que os usuários verão a partir de hoje, e que será ampliada nas próximas semanas, mostra que o gigante das redes sociais salvou tudo o que o usuário já publicou no site. Ao resumir a vida da pessoa por meio de fotos, vídeos, comentários e conteúdos específicos, o Facebook registra tudo desde o princípio: a linha do tempo de cada usuário começa com o seu nascimento.

A nova função pode ser configurada pelo usuário, para alterar seu nível de segurança ou hierarquizar as informações publicadas. Até agora, em seu perfil, os usuários se apresentavam brevemente, e eram publicadas as suas atividades mais recentes no site.

"A Timeline é a história da sua vida", anunciou Zuckerberg na semana passada, durante a conferência em San Francisco.

veja também