O Paraquedas Reserva

O Paraquedas Reserva

Atualizado: Sexta-feira, 10 Junho de 2011 as 10:17

"Eu tava quase chegando no chão e o paraquedas reserva se abriu"

Esta é uma frase da musica "Te Encontrar" da Banda Resgate. Música a qual eu não consigo impedir que me venha à mente quando o assunto é salvação.

Ela não é uma daquelas musicas lentas com um fundo triste que já nas primeiras notas te fazem chorar, mas posso dizer que fui bastante tocado ouvindo em ritmo de pop rock a definição do que Jesus foi em minha vida no momento em que fui salvo. Convido-te a voltar algumas linhas e ler novamente essa frase, mas agora leia com mais atenção, se vendo no cenário por ela apresentado. É uma de conhecer situação extremamente inusitada, mas que representa claramente a condição do homem antes e depois o filho de Deus.

Quem me conhece sabe que eu sou meio que maníaco por adrenalina. Trilhas, bike, rappel, tirolesa, saltos, aventuras, corredeiras, enfim, tudo o que ativa um pouco que seja de adrenalina no cérebro e que eu tiver a oportunidade de fazer, eu faço. Mas, algo que eu ainda não fiz, e que é, na verdade, um dos meus maiores desejos terrenos, é saltar de paraquedas.

Fico me imaginando em queda livre à milhares de metros do chão. Dá tempo de gritar até perder a voz e de dar um monte de cambalhotas no ar, não é algo que todo mundo deseja, mas com certeza é uma sensação espetacular. Mas a grande questão é: e se o paraquedas falhar? Agora a sensação já não é a mesma.

Talvez essam seja a razão pela qual muitas pessoas nem cogitam a possibilidade de um dia saltarem de paraquedas, porque elas acreditam que se algo der errado, é certo que elas irão se esborrachar no chão, para não dizer morrer. Imagine só, você no meio do céu, caindo a 200 km/h e já no tempo determinado, puxa a corda que abre o paraquedas, mas para sua surpresa, ele não abre. Imagine o seu desespero, você olha para baixo e o chão está cada vez mais próximo, olha para cima e não tem onde se agarrar. Em outras palavras, você está perdido, seu destino é certo.

Você pode gritar e espernear, pode até bater os braços, na tentativa de voar, mas o chão vai estar te esperando e o seu tempo estará cada vez mais curto.

Essa é a condição do homem, ele está perdido. Está andando em um caminho de morte, seja numa queda vertiginosa com um paraquedas defeituoso ou numa vida sem esperança de alguém sem seu Salvador. E a música vai além , ela cita outros exemplos que torna ainda mais clara essa condição. "Eu tava quase chegando no chão e o paraquedas reservas se abriu. Depois de mil tentativas em vão desfibrilaram o meu coração. Eu engoli quase um oceano e veio uma tábua boiando no mar.

Perdido na superfície da Lua eu encontrei uma sonda lunar. (...) E quando um dia eu caí no Saara eu tive um pão pra me alimentar. Enquanto o sol escaldante atacava veio uma rocha pra me saciar. Foi a loucura que eu nunca pensei, foi a surpresa que eu sempre esperei..."

Em cada uma dessas situações marcadas pela desesperança o autor mostra surgir de repente um escape. Aquilo que já não era mais esperado, surge de surpresa e te salva. A queda alucinante em direção ao chão foi interrompida por um dispositivo inesperado.

Visualize bem essa sensação, você prestes a chegar ao chão, sua vida inteira já passou diante dos seus olhos, duas vezes. Você já não tem mais o que fazer e apenas fecha os olhos esperando o fim trágico. Mas de repente você sente como sendo puxado para cima, foi o que pareceu quando o paraquedas reserva se abriu. Então você olha para cima e enxerga o glorioso colorido sobre você e a queda alucinante se transforma num suave passeio entre as nuvens até que você chegue até a área de pouso.

Consegue descrever essa sensação com uma palavra melhor que "alívio"? A reação é quase indescritível, o sorriso estampado no rosto molhado de lágrimas, o olhar atônito quase abobalhado, e com certeza você não é mais o mesmo depois de um alívio como esse.

E é essa sensação de alívio que o amor de Jesus trás àqueles que entenderam sua condição,e foram por Ele salvos. "Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei" (Mateus 11:28). Vinde a mim todos vocês que estão em queda livre, em direção a morte, que eu sou ou seu paraquedas reserva. Vinde a mim todos vocês, cansados de se espernear e sem esperança, que eu trarei alívio para vocês.

Por: Rafael Vilarins

veja também