Onde você deposita seu amor?

Onde você deposita seu amor?

Atualizado: Segunda-feira, 27 Setembro de 2010 as 4:12

Um certo pai levou sua filha ao shopping e chegando, disse que ela poderia escolher o presente que ela quisesse; depois de muito andar no shopping a menina parou em frente a um petshop e disse que queria um ratinho. O pai não gostou muito: "Não, filha, um ratinho não. - Mas papai, você disse que eu poderia escolher o que eu quisesse! - Sim, mas me referia a qualquer coisa que não respire. - E se eu comprar com meu dinheiro? - Filha, o problema não é o dinheiro, e sim levar o ratinho pra casa". Na semana seguinte seu pai saiu a uma viagem de negócios e a primeira coisa que a menina pensou foi em comprar um ratinho; e foi a semana inteira, ratinho pra cá, ratinho pra lá. No fim da semana seu pai liga: "Filha. Vou precisar ficar mais uma semana. - Ah! Tudo bem papai, sem problema algum".

Não sei se você teve a sensação de que a história não acabou, porque quando a escutei eu tive. Mas, depois, quando descobri a lição de moral percebi seu significado: enquanto a menina amar mais o seu ratinho do que seu pai, não vai querer que ele volte. A questão é que enquanto nós amarmos mais as coisas do mundo do que a Deus, não vamos querer que Ele volte, não vamos visar sua volta, nem estabelecer metas para isso.

A porta da graça uma hora vai fechar, para cada um em um dado momento. Deus não vai esperar que eu ou você comecemos a amar mais a Ele do que as coisas do mundo. Assim como o pai da historinha iria voltar um dia e ver que a filha havia comprado seu ratinho, e ela levaria uma bronca, Deus vai voltar um dia, (só que ele já sabe das coisas erradas que fazemos e nos dá a chance de nos arrependermos), e nesse dia Ele verá quem se comportou e quem não.

Porque não aproveitar enquanto temos tempo, enquanto temos a chance de obter perdão, enquanto podemos escolher amar mais a Deus do que as coisas do mundo? Termino emprestando a frase de certo autor: "Estabeleça o céu como meta e você terá a terra, estabeleça a terra como meta e você não terá nada.".

Mariana Longo Mendes   tem 16 anos, é estudante, trabalha com seus pais na área de Propaganda e Marketing e também escreve poesias.  

veja também