Os solteiros continuam buscando um amor na internet

Os solteiros continuam buscando um amor na internet

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 3:07

O estado civil solteiro começou a pesar para alguns brasileiros. De acordo com uma pesquisa da Millward Brown, três em cada quatro solteiros brasileiros, entre mulheres e homens, afirmaram querer namorar e 65% já usaram ou ainda usam sites de relacionamento para encontrar o par ideal.

Segundo a pesquisa, a busca por um namorado ou namorada está intensa: 56% dos entrevistados tiveram pelo menos um encontro no último mês. Além disso, 65% das pessoas ouvidas já usaram serviços de relacionamento online, metade ainda está cadastrada em alguns destes sites.

O site de relacionamento eHarmony, que encomendou a pesquisa, é responsável pelo casamento de, em média, 542 norte-americanos. A empresa está no Brasil há pouco mais de seus meses e confirma o interesse dos brasileiros pelo serviço. "Já ultrapassamos em 20% as metas iniciais para a operação da empresa no país", disse Stanlei Bellan, diretor geral da eHarmony no Brasil.

O aumento da procura por sites de relacionamento é uma tendência mundial. Segundo uma pesquisa da eHarmony em parceria com o Oxford Internet Institute, o número de usuários em sites de relacionamento no mundo cresceu 500% nos últimos dez anos. Só a eHarmony conta com 33 milhões de usuários em 191 nações.

O Brasil é um dos países que se destaca neste movimento global. Com mais de 70 milhões de usuários de internet e 41,1 milhões de solteiros, segundo dados do IBGE, o país foi a escolha da eHarmony para a primeira operação da empresa em um país de língua não inglesa. "Vários serviços do mundo 'real' fazem sucesso na internet como compras e contatos com os amigos. Não poderia ser diferente com a busca por um relacionamento", afirmou Bellan.

O estudo foi feito entre abril e maio de 2011, com mulheres e homens brasileiros solteiros, usuários de internet, com idade entre 25 e 64 anos, em todos os estados do país.

veja também