Para jovens, qualidade de vida tem a ver com aspectos profissionais

Para jovens, qualidade de vida tem a ver com aspectos profissionais

Atualizado: Quinta-feira, 24 Março de 2011 as 8:51

Uma pesquisa realizada pela Unep (United Nations Environment Programme), a pedido do Instituto Akatu, revelou que os jovens consideram os aspectos profissionais fundamentais para ter uma boa qualidade de vida.

Para 33% dos jovens entrevistados, os aspectos profissionais (bom emprego, ter próprio negócio, estar trabalhando) são os aspectos mais importantes para se viver bem. Em segundo lugar, estão os aspectos pessoais, que envolvem saúde, qualidade de vida, entre outros, com 28% das respostas. A estabilidade financeira ocupa a terceira colocação, com 24%.

Prioridades

O emprego também está na lista das prioridades dos jovens. Nesta categoria, melhorar suas condições econômicas, a exemplo do emprego, é o terceiro fator mais importante para 18% dos entrevistados. Em primeiro lugar, está combater o crime (32%) e, em segundo lugar, está reduzir e erradicar a pobreza (27%).

A pesquisa foi aplicada do dia 6 ao dia 14 de abril deste ano. Foram feitas mil entrevistas com jovens e adultos com idade entre 18 e 35 anos de todas as classes socioeconômicas, moradores de nove regiões metropolitanas: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Belém, Recife, Salvador e Fortaleza, além do Distrito Federal.

Perfil dos entrevistados

Entre os jovens e adultos entrevistados, 17% estudavam e 71% trabalhavam, sendo que 54% trabalhavam em período integral e 17%, em meio período.

Os participantes da pesquisam que disseram receber salário representaram 69% e 26% disseram ter apoio financeiro da família.

Em relação às despesas, 59% tinham como principal gasto familiar alimentação e bebidas e 32%, aluguel, energia e água.

veja também