Perder o celular é o pior castigo a adolescentes e jovens

Perder o celular é o pior castigo a adolescentes e jovens

Atualizado: Segunda-feira, 28 Novembro de 2011 as 11:42

As palmadas já estão ultrapassadas, já que uma pesquisa feita pela operadora de telefonia móvel T-Mobile na Inglaterra mostrou que, para 60% dos adolescentes, o pior castigo ou punição é o confisco de seus aparelhos de celular. Esse número sobe para 80% se o aparelho em questão for um smartphone.

Segundo reportagem do jornal Telegraph, parece que os pais já perceberam que essa é a melhor forma de castigo: 50% dos jovens admitiram que tiveram seus celulares confiscados pelo menos uma vez por mês ao longo de 2010. O motivo mais comum para isso, segundo eles, é o gasto excessivo. O mais curioso da pesquisa é que 10% dos jovens entrevistados admitiram que possuem um segundo aparelho, reservado para esses momentos de "abstinência".

A pesquisa também promoveu um "choque de gerações". Os estudiosos pediram pediram aos pais que tentassem lembrar qual era o pior castigo na época deles, e três respostas sobressaíram: não poder sair de casa, dormir mais cedo ou não ganhar suas mesadas.

"Tiozões" conectados

Uma outra parte da pesquisa, feita pela empresa de segurança TalkTalk, mostrou que 70% dos usuários com mais de 60 anos estão navegando pela web em uma base diária.

Outros 30% deles vêem TV, ouvem rádio e utilizam outros serviços semelhantes de forma online. E, curiosamente, 1 em cada 5 pessoas dessa geração joga games na web. Cerca de 30% deles também utilizam o Facebook.

veja também