Pesquisas apontam que a relação que mais dura entre as pessoas é a de amizade

Melhor que namorar é ter amigos!

Atualizado: Quarta-feira, 27 Fevereiro de 2013 as 9:45

 

amigosAlguém aí já ouviu a expressão: ‘Nenhum homem é uma ilha’?

A expressão criada pelo poeta inglês, John Donne, significa  nada mais nada menos do que dizer que nós sozinhos não somos ninguém e precisamos do outro para fazer parte de um todo. Esclarecido isso vamos ao que interessa!

Na grande maioria das matérias que falam de relacionamento vemos textos que descrevem as relações de casais. Dicas de como conseguir um namorado, como fazer a relação dar certo, o que fazer para agradar o namorado ou no caso das mais trágicas: como terminar um namoro sem brigas, como superar o fim do namoro e etc. Não importa se felizes ou tristes elas sempre falam da mesma coisa: viver a dois.

Agora você já se perguntou porque as pessoas tem tanta necessidade de viver juntas? Ora, porque o homem não é uma ilha! Isso, a explicação está na frase de John Donne que sabiamente descreveu a necessidade do ser humano de estar próximo de algém.

Mas, o que de fato importa aqui é como as pessoas se detem a achar que a necessidade de estar em contato com o outro deve ser suprida com relacionamentos afetivos num grau intimo, de casal o que na verdade é um engano já que existem outros tipos de relacionamentos que são até mais duradouros do que esses, como por exemplo, as relações de amizade. Aliás, essa é a relação que mais dura entre as pessoas.

Uma pesquisa feita com mulheres de mais de 60 anos, apontou dados que disseram que nem mesmo a relação entre pais e filhos aguenta tanto tempo. A demanda por cuidado, carinho, respeito e escuta é satisfeita, basicamente, pelos amigos e em mulheres isso é ainda mais preciso.

É fato que os anos chegam para todos e a cada ano nossa necessidade de ter alguém por perto para nos fazer compania na velice aumenta e a melhor opção são os amigos. Amigos de colégio, faculdade, vizinhos, primos que são como irmãos...

Com o tempo você via notar que é mais sortudo por ter amigos do que qualquer outra coisa. Velhos ou novos, tanto faz, o importante é conservar essas amizades porque no fim você irá se dar conta de que amigos são a sua "verdadeira família": a "família escolhida", um compromisso afetivo construído cotidianamente, sem obrigações e sem cobranças.

E especialmente na velhice, os laços de amizade podem ser muito mais verdadeiros e sólidos do que os laços de sangue.

veja também