Polícia Civil faz palestras para alertar jovens sobre drogas

Polícia Civil faz palestras para alertar jovens sobre drogas

Atualizado: Quinta-feira, 2 Setembro de 2010 as 2

A Polícia Civil, por meio da equipe do 93º Distrito Policial, desenvolve um ciclo de palestras em escolas da cidade de São Luiz do Quitunde como medida preventiva no combate ao tráfico de drogas ilícitas. O projeto é denominado: "com droga na vida, a vida é uma droga".

O primeiro encontro foi com alunos- da faixa etária de 10 a 14 anos, da Escola Municipal Divino Redentor, localizada no Alto da Cohab, zona periférica da cidade, área considerada de alto risco e de concentração de bocas de fumo. A explanação ficou sob responsabilidade do chefe de Operações, agente Osvaldo Bitencourt.

O policial, além de alertar as crianças e adolescentes para as consequências causadas pelos entorpecentes, a exemplo dos seus efeitos colaterais, levou para a escola crack, loló e maconha. A ideia é fazê-los conhecer e conscientizá-los do perigo, orientando-os para recusar as ofertas, inclusive com a utilização de recursos audiovisuais.

"A policia está aqui para mostrar que é amiga de vocês. O nosso objetivo é evitar que vocês entrem num caminho sem volta, que é o mundo das drogas. Existe tempo para tudo: Para brincar, para estudar e para trabalhar e adquirir as coisas que desejamos. Muita gente ilude crianças e jovens como vocês, oferecendo facilidades, dinheiro para se tornar seus aliados no mundo das drogas, para espionar e avisar quando a polícia está chegando ou para entregar drogas, mas depois as consequências são graves. Só existem dois caminhos, a prisão e a morte. E isso é muito triste"- evidenciou, numa das palestras, o agente Bitencourt.

Para o delegado Gustavo Pires de Carvalho, tais ações são de suma importância e dão suporte ao trabalho policial. "A polícia também tem a responsabilidade de fazer o trabalho preventivo. Temos convicção de que plantamos hoje uma grande semente na cidade e que cada criança e adolescente, dentro das suas limitações, fará reflexão e servirá de mensageira em casa, na vizinhança e isso é gratificante. Estamos num combate austero ao tráfico aqui em São Luiz e esse projeto pode ser considerado um auxiliar"- assegura o delegado Gustavo.

Dando sequencia ao cronograma estabelecido, hoje (01), no horário da manhã, as palestras acontecem na escola municipal Adervan Verçosa e Silva; e amanhã (à tarde) na escola estadual Maria Margarida Pugliese. "A metodologia empregada e os resultados obtidos são constantemente avaliados para o devido aperfeiçoamento", concluiu Osvaldo Bitencourt.

veja também