Portanto, Ide...

Portanto, Ide...

Atualizado: Segunda-feira, 15 Agosto de 2011 as 9:56

A palavra de Jesus foi decisiva e marcante: IDE. Não titubeou e nem pensou duas vezes. Quando questionado, lançou a pequena palavra com um grande significado. Os discípulos atentaram e obedeceram. Talvez porque o amassem e o admirassem tanto, e por isso entendiam que talvez, se fizessem algo, poderiam tentar justificar o por quê foram amados assim, com graça.

A obediência de cada um deles nos apresentou necessariamente o evangelho que cremos hoje. Depois de Pedro, Tiago e João, vieram tantos outros como Madre Tereza, Agostinho, Lutero, Calvino, líderes das igrejas, Aimee Semple McPherson, John Wesley, Ashbel Green e tantos outros missionários, como o Leo e o Juninho, que sempre aparecem por aqui. E enfim, estamos nós aqui. Eu, aqui em São Paulo e você em algum lugar do Brasil, sentado por alguns segundos pra ler esse texto... Eu e você, alcançados por uma obediência de uma palavra de só três letrinhas! Quanta insanidade, né?

A palavra, o amor, o ato de crucificação e tudo o que isso representou, chegou até mim e até você porque alguém se importou... Alguém disse sim. Alguém entendeu que "cristianismo" sem "gente" é uma teoria falível. Que a morte de Jesus foi para iluminar quem andava na escuridão. E que ele morreu por todas as raças, cores, etnias, gostos e oportunidades... Alguém entendeu que a teoria Marxista só faria total sentido se fosse temperada com a gentileza de Jesus Cristo. Alguém também leu e compreendeu que as palavras de Jesus não foram para formalizar a instituição e construir as quatro paredes, antes, para alcançar os que estavam marginalizados. Tudo isso e muito mais aconteceu para que o evangelho, simples e puro, chegasse até nós para que eu e você também fizéssemos alguma coisa. E nós? ...

A igreja está no calor enquanto o mundo dorme no frio. A igreja descansa nos braços do pai, enquanto o mundo termina seu dia no papelão, debaixo da cobertura de um posto de abastecimento. A igreja clama por restituição enquanto o mundo pede apenas uma moeda pra comprar um pão. A igreja ora por prosperidade enquanto o mundo vive com menos de um dólar por dia. Isso sem falar dos mundanos que vivem nos corredores dos hospitais, cheios de problemas psíquicos que se anestesiam de remédios tarjas pretas para tentar amenizar uma doença global...

Meus irmãos! Façamos algo! Ou melhor, vivamos o cristianismo que carregamos impresso em nossas carteirinhas de membros eclesiásticos! Irmãos... IDE! Não precisamos ser um ícone reconhecido, como esses que citei acima, mas sejamos reflexo daquilo que lemos em nossa Bíblia ou do amor que sentimos todas as manhãs, quando levantamos com a certeza de que esse será um dia necessariamente bom.

Façamos algo por aqueles pequeninos que vivem com problemas diferentes ou iguais aos nossos. Ajudemos em seus dilemas, de forma que fiquemos um pouco mais parecidos com Deus em sua essência. Vivamos uma vida menos individual e mais aberta as pessoas que estão todos os dias ao nosso redor. Saiamos do nosso conforto, de forma que nosso café na padaria preferida, seja substituído por alimentação de um morador de rua e sua família. Façamos, meus caros, façamos!

"Ide"

"Vamos"

"Mova-se"

"Faça"

"Aja"

"O amor é um movimento"

"O mundo dorme nas trevas, a igreja não luta, pois dorme na luz, como pode ser tão morno depois de receber tanto?"

"Decida-se"

Por Bruna Vichi

veja também