Presentes "curiosos" que os parceiros já deram

Presentes "curiosos" que os parceiros já deram

Atualizado: Segunda-feira, 30 Maio de 2011 as 3:38

Não é fácil presentear alguém se não existe intimidade suficiente para conhecer as preferências da pessoa. Mas no caso de uma relação amorosa, prestar atenção nos detalhes do dia a dia pode ser a melhor forma de não errar. Os mais desatentos, no entanto, acabam escorregando. O resultado são presentes, no mínimo, curiosos. Muitos deles acabam virando motivo de piada

A tradutora Lilian Trigo, de 46 anos, hoje ri ao relembrar o presente que recebeu de um namorado, com quem estava junto há dois anos. Além do aniversário de namoro, o Dia dos Namorados se aproximava, e ela resolveu presentear Tiago com um combo surpresa composto por um jogo de botão personalizado com o emblema do Botofago e uma caixa edição limitada com álbuns do Iron Maiden - que ela mandou trazer dos Estados Unidos por mais de U$500, o equivalente a R$850.

Eles moravam em cidades diferentes, a distância justificava qualquer loucura e aumentava a expectativa da entrega, afinal, era o time e a banda do coração do rapaz. Ele, por sua vez, havia viajado para Buenos Aires na mesma época e também tinha uma surpresa para ela. "Ele disse ‘tenho certeza que você vai amar’", lembra.

Lilian entregou o presente primeiro, Tiago ficou emocionado. Foi então que chegou a vez dela ganhar seu mimo. "Ele abriu a mala e tirou um envelope tamanho ofício. Imaginei dezenas de coisas. Um CD? Um DVD? Um livro? Não, nada disso. Dentro tinha um enorme pôster do jogador de futebol Diego Armando Maradona", conta ela. Uma mistura de decepção e surpresa não deixou que Lilian reagisse na hora. "Acho que a minha confusão ficou meio evidente e ele logo emendou: ‘Você não gostou? Achei tão legal que comprei igual pra mim!’", lembra. Desse dia em diante, "presente "mico" passou a ser classificado como "receber um Maradona", uma brincadeira que Lilian e as amigas costumam repetir em conversas animadas.

O jeito é levar com bom humor, foi assim também com assistente de webdesign Karla Gomes, de 35 anos. Após dois meses de casada, esperava uma lembrança romântica no dia do seu aniversário, mas o marido (hoje "ex") não entendeu o recado. "Abri e dei de cara com uma panela de pressão, no começo pensei que fosse brincadeira. Quando percebi que era aquilo mesmo, acho que fiquei mais sem graça do que ele".

A justificativa de Marcelo para a escolha foi simples: não haviam ganhado o utensílio de presente de casamento e ele achou que pudesse ser útil. "Eu nunca disse que não tinha gostado, mas sempre debochei porque é melhor que chorar", diz , aos risos.

Karla ficou surpresa ao ganhar uma panela de pressão

Como não errar na escolha do presente

Prestar atenção nos gostos do outro é o melhor caminho para não errar na escolha do presente. Além do conteúdo, a embalagem precisa encher os olhos. "Nada de bom pode sair de dentro de um envelope ofício", brinca Lilian. Para dar uma mãozinha e evitar novos micos no próximo Dia dos Namorados, o iG preparou um manual prático com sugestões.

Por: Andrea Giusti

veja também