Primeira Chance

Primeira Chance

Atualizado: Quinta-feira, 4 Agosto de 2011 as 9:14

Final de campeonato e a disputa foi para os pênaltis. Quando seu adversário faz um gol, logo em seguida seu time também o faz, e o impasse continua. Quase todos já chutaram. Só restou você sem chutar. O clima está tenso. Enquanto você arruma a bola no gramado, a torcida já se acalentou tamanha a tensão. Você toma espaço para dar uma pequena corrida, e, por alguns segundos, você aguarda o som do apito.

O tempo é curto, mas é suficiente para você pensar e repensar sobre as conseqüências do seu acerto ou do seu erro. O apito soa estridente, você dá uma rápida balançada na cabeça para despertar dessa reflexão, e corre em direção à bola, e enfim chuta em direção ao gol. Gol? Não sei, na verdade não é sobre o resultado que estamos falando. Estamos falando é da chance. Da única chance que o jogador tem de fazer o gol.

Com Deus as coisas não são tão diferentes. Nós temos apenas uma chance. Sim, isso mesmo que você escutou. Apenas uma chance. Eu sei, você muito provavelmente é acostumado a ouvir sobre o Deus da segunda chance. Mas não é bem assim. Calma, não pare de ler ainda, eu não to falando nenhuma heresia. Mas te digo: Deus absolutamente NUNCA vai te dar uma segunda chance. Mas como assim? Ele não é do Deus da Graça, da Misericórdia e do Perdão? Sim, Ele é. E justamente por isso Ele não dá segundas chances. Está ficando confuso? Acalme-se, que eu explico.

Quando Deus perdoa, Ele pega seu pecado, joga no mar do esquecimento, e ainda coloca uma placa de proibido pescar. Ele literalmente esquece. Aquilo que a gente insistentemente chama de primeira chance, na verdade já nem mais é coisa alguma. Na verdade pra Deus, ela nem existiu. E, agora, aquilo que a gente chama de segunda chance, pra Deus ela é ainda é a primeira, já que tudo o que tinha acontecido foi apagado.

É por essas e todas as infinitas outras coisas que eu amo Deus. Ele me ama, mesmo eu errando o tempo todo. Ele não me julga por todas as vezes eu cair nas mesmas coisas. Ele olha pra mim, e nem se que diz "dessa vez você vai acertar", dando a entender que eu já errei antes. Ele com o olhar confiante atenta para mim, e não esconde em seu semblante a certeza que Ele tem de que eu vou acertar. Ele acredita em mim. Deus olha para mim, e fala para nosso inimigo como falou a respeito de Jó. Vai lá, que meu filho é fiel! Ele acredita em mim, e acredita em você como acreditou em Jó. Mesmo que nós já tenhamos caído uma infinidade de vezes, Ele acredita em nós como se fosse a primeira vez. Aliás, como se fosse não. Sendo.

Você só tem uma chance. Mas como a graça infinita de Deus abrange a sua vida, essa chance se renova. E você tem a primeira e única chance, de novo, e de novo, e de novo, e quantas vezes for necessário. Mas entenda que embora o amor de Deus não se acabe, tudo tem conseqüência, sejam elas destrutivas ou não, no mínimo você perderá tempo, por isso, dê o se melhor, se esforce, persevere, não desista. Vou finalizar com uma frase que ouvi há algumas semanas na televisão de um cara que estava correndo uma maratona no gelo. Ele estava cansado, com os dedos necrosando por causa do frio. Qualquer um desistiria, mas ele disse: "Sofrimento é passageiro, mas desistir é pra sempre". Por isso não desista, permaneça e usufrua bem dessa primeira chance que Deus está te dando.

Por: Rafael Vilarins

veja também