Projeto quer reduzir impostos sobre games importados em até 65%

Projeto quer reduzir impostos sobre games importados em até 65%

Atualizado: Terça-feira, 20 Julho de 2010 as 8:23

Atualmente, quatro impostos incidem sobre os softwares de games importados: Imposto de Importação (16%), Imposto sobre Produtos Industrializados (15%), PIS/COFINS (9,25%) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (18%). Com tanta taxação, é natural que os games cheguem com preços nada populares por aqui. Mas uma iniciativa em discussão pretende mudar as regras desse jogo.

Lançado nessa quarta-feira, 14/07, o projeto "Jogo Justo" tem como meta reduzir os atuais 80% de impostos para 15%. Idealizado por gamers de todo o país e liderado pelo Deputado Federal Luiz Carlos Busato (PTB-RS), o grupo pretende convencer o Executivo a baixar certos tributos, como a redução do IPI de carros e produtos da linha branca ocorrido em 2009.                   

Especialistas no mercado acreditam que a queda de impostos abriria também a possibilidade de mais descontos pelas editoras de games e que com isso, as vendas poderiam crescer de cinco a dez vezes. Um exemplo disso é o México, onde a redução dos impostos elevou o número de vendas para até oito vezes.  

Além de dar uma turbinada no comércio, a redução dos impostos ajudaria no combate do mercado ilegal, onde no Brasil ele não representa nem 0,5% das vendas mundiais.

Finalizado o levantamento dos benefícios que a redução nos tributos pode trazer para o setor, o grupo pretende encaminhar os números à Receita Federal depois das eleições de outubro.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também